Seis capivaras são capturadas na orla da lagoa da Pampulha nesta terça

Conforme informações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, animais serão levados na manhã de quarta-feira (1ª) para o Parque Ecológico, localizado na região, onde irão passar por exames

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Segundo prefeitura, os animais vão passar por série de exames
Lincon Zarbietti / O Tempo
Segundo prefeitura, os animais vão passar por série de exames

Seis capivaras que habitavam a lagoa da Pampulha foram capturadas na noite desta terça-feira (30). Conforme informações da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, os animais serão levados na manhã de quarta-feira (1ª) para o Parque Ecológico, localizado na região, onde irão passar por exames.

A captura dos "abitantes" da lagoa começou nessa segunda-feira (29). Para conseguir pegas os pequenos animais, armadilha - uma espécie de gaiolas - foram instaladas na orla. Depois que entraram no cercado, as capivaras foram acertadas com dardos de tranquilizantes.

Ainda segundo a Secretaria de Meio Ambiente, os animais irão permanece no parque ecológico até que a Prefeitura de Belo Horizonte decida para onde serão levadas.

Na segunda, o ice-prefeito de Belo Horizonte e secretário municipal do Meio Ambiente, Délio Malheiros, informou que é necessário a realização de um estudo para identificar a quantidade de fêmeas e machos, a existência de doenças, dentre outros. 

Retirada dos animais  

O principal motivo da retirada dos animais é a exclusão de qualquer possibilidade de transmissão da Febre Maculosa. A discussão sobre o assunto ganhou forma em fevereiro, quando um homem morreu de febre maculosa. A suspeita é de que ele tenha contraído a doença após um passeio de bicicleta na orla da lagoa da Pampulha.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave