Prefeitura prorroga prazo para receber projetos

Empresas pediram mais tempo para elaborar propostas de construção de espaço

iG Minas Gerais | bernardo almeida |

Prédio vai ser construído no centro e abrigará 8.000 servidores
Divulgacao / PBH
Prédio vai ser construído no centro e abrigará 8.000 servidores

A Prefeitura de Belo Horizonte prorrogou para o dia 9 de dezembro o prazo de recebimento dos projetos das empresas interessadas na construção do novo centro administrativo do município, que será instalado onde hoje funciona o estacionamento da rodoviária, na área central da capital. A decisão foi publicada no “Diário Oficial do Município” (DOM) de ontem.

A prefeitura informou que a extensão da data, prevista inicialmente para 11 de outubro, deve-se a pedidos das 12 empresas que já manifestaram interesse em gerir as obras. Elas solicitaram mais tempo para concluir os projetos de construção, administração, operação, exploração e manutenção do edifício de 18 pavimentos, que, além da prefeitura, abrigará todas as secretarias municipais e autarquias, recebendo, assim, mais de 8.000 servidores.

Após o encerramento do prazo, a escolha da empresa responsável deverá ser tomada em questão de dias, ainda segundo o Executivo. A partir de então, a nova sede deverá ficar pronta em até cinco anos, a um custo máximo de R$ 450 milhões, por meio de Parceria Público-Privada (PPP).

O edital com o termo de cadastramento pode ser adquirido na sede da PBH Ativos S/A, na avenida Afonso Pena, 774, 5º andar, no centro, das 9h às 17h. É necessários levar CD ou DVD para gravar o documento, que também pode ser acessado pela internet.

Detalhes

Escolha. O projeto do arquiteto mineiro Gustavo Penna foi o escolhido. O prédio de 18 andares ficará sobre vão de 20 metros, o que permitirá a visibilidade da fachada da rodoviária, tombada pelo Patrimônio Histórico Municipal.

Proximidade. O novo complexo administrativo também fará ligações com a futura linha 3 do metrô e ao bairro Lagoinha.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave