Em jogão, PSG vence e encerra invencibilidade do Barcelona

Brasileiros David Luiz e Neymar balançaram as redes em duelo de ato nível válido pela segunda rodada da Liga dos Campeões

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Duelo foi aberto durante os 90 minutos, com vários lances de perigo dos dois lados
BARCELONA/DIVULGAÇÃO
Duelo foi aberto durante os 90 minutos, com vários lances de perigo dos dois lados

Paris Saint-Germain e Barcelona deram uma aula de futebol nesta terça-feira, no Parque dos Príncipes, em Paris, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. Num jogo franco, repleto de grandes jogadas, quem levou a melhor foi time francês que, mesmo desfalcado de Ibrahimovic e Lavezzi, venceu por 3 a 2. David Luiz, Messi, Verratti, Matiudi e Neymar marcaram.

Depois de sete jogos, o Barcelona ainda não havia levado gols na temporada - portanto, também ainda não havia perdido. A equipe espanhola teve Xavi no segundo tempo e viu seu capitão chegar à sua 143.ª partida de Liga dos Campeões, tirando um recorde que era de Raúl, ex-estrela do Real Madrid.

Também invicto na temporada (cinco empates, seis empates), o PSG chegou a quatro pontos no Grupo F, contra três do Barça e dois do Ajax. No outro jogo da chave, o APOEL empatou em casa com o Ajax, por 1 a 1. Andersen, para os holandeses e o brasileiro Manduca, de pênalti, para os cipriotas, marcaram.

O JOGO - Até então invicta, a zaga do Barcelona foi furada pela primeira vez em jogada brasileira. Lucas bateu falta pela esquerda, David Luiz teve espaço para dominar na área e, como um centroavante, girar e bater sem chances para Ter Stegen.

A festa do PSG não durou um minuto. Na jogada seguinte, uma aula de futebol. Messi e Iniesta tabelaram com passes de primeira e, também sem precisar dominar, o argentino bateu bonito, no canto, deixando o placar em 1 a 1 aos 11 minutos.

O Barcelona, como de praxe, tinha mais posse de bola, mas o PSG parecia mais incisivo quando chegava. Para voltar à frente, contou com uma falha de Ter Stegen, que saiu muito mal do gol após escanteio batido por Thiago Motta, aos 26. Verratti subiu sozinho no segundo pau e fez 2 a 1.

Mesmo jogando fora de casa, o Barça não aceitaria a derrota. Foi para o ataque e levou o terceiro aos 9 do segundo tempo, em bela jogada do PSG. Lucas carregou e deu para Van der Wiel, que cruzou na medida para Matuidi, no segundo pau.

Novamente o Barça não demorou a marcar. Dois minutos depois, Daniel Alves cruzou, Neymar dominou na área e bateu com categoria, no cantinho, descontando para os espanhóis. O empate poderia ter vindo depois, com Pedro, mas o chute foi caprichosamente na trave.

Nos minutos finais, o jogo ficou aberto. Marquinhos salvou o PSG com um carrinho providencial, cortando chute de Pedro. Do outro lado, Lucas deu ótima assistência para Cavani, que foi lento para a bola e perdeu para Mascherano.

Leia tudo sobre: psgbarcelonafutebolliga dos campeoes