Crianças são vacinadas após surto de catapora com mortes em Campo Belo

Na última semana, duas alunas de uma creche não resistiram à doença; aulas na instituição foram normalizadas nessa segunda

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Os alunos de seis creches municipais de Campo Belo, no Sul de Minas, começaram a ser imunizadas contra a catapora nessa segunda-feira (29). A ação começou depois que duas meninas morreram por complicações por varicela na cidade.

De acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Josélia Maria da Silva, a prefeitura comprou cerca de 1.070 vacinas para as crianças de 1 a 5 anos. “Tivemos mais de três casos, o que já é considerado surto. As meninas, que estudavam na mesma creche, morreram na última semana. Elas foram socorridas, mas os casos se agravaram muito rápido”, explicou a enfermeira.

Quézia Silva de Oliveira, de 1 ano e 2 meses, morreu a caminho de um hospital da região. Já Carolaine Silva de Oliveira, de 3, chegou a ser transferida para o Hospital Infantil João Paulo II, em Belo Horizonte, mas não resistiu. A Superintendência Regional de Saúde investiga a morte das alunas.

As vítimas frequentavam a creche Cemei Padre Justino Obers, no bairro São Benedito. Também nessa segunda, segundo a supervisora da instituição, Maria Lúcia, as aulas, que haviam sido suspensas, voltaram ao normal.

“Que tem varicela deve ser afastado da escola ou do seu ambiente de trabalho por, pelo menos, dez dias para que se evite a transmissão para outras pessoas”, alertou Josélia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave