Campanha de Vacinação contra o HPV se encerra nesta terça-feira (30)

Operação já imunizou 18.421 adolescentes, o que corresponde a 37,5% do público alvo; medicamento protege contra os HPVs dos tipos 6, 11, 16 e 18, vírus responsável pelo câncer de colo de útero

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Campanha de Vacinação contra o HPV, que termina na próxima terça-feira (30), já vacinou 18.421 adolescentes. O número corresponde a 37,5% do público alvo. Para alcançar a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS), Belo Horizonte precisa vacinar 49.122 adolescentes. A segunda dose é oferecida em todos os 147 centros de saúde da capital.

O medicamento protege contra os HPVs dos tipos 6, 11, 16 e 18, vírus responsável pelo câncer de colo de útero. A sua eficácia é comprovada e protege mulheres que ainda não iniciaram a vida sexual e, por isso, não tiveram nenhum contato com o vírus. Contudo, para garantir a imunidade, são necessárias três doses. A primeira foi realizada em março, a segunda ocorre seis meses após a primeira e a última deve ser aplicada cinco anos após a primeira.

A gerente de Vigilância em Saúde e Informação da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA), Maria Tereza da Costa Oliveira, reforça a importância da campanha. “Esta é uma vacina segura e necessária, protege contra o vírus HPV, que causa câncer de colo de útero, uma doença é grave e que pode matar. É muito importante que todas as meninas que receberam a vacina na primeira etapa, recebam agora a segunda dose, e, posteriormente a terceira para garantir a imunidade”, comentou.

A doença representa atualmente a segunda principal causa de morte entre mulheres no país – cerca de 5 mil por ano.

Na primeira etapa da campanha, realizada entre 1º e 31 de março, foram vacinadas 40.261 adolescentes nas 634 escolas públicas e privadas da capital. O secretário municipal de Saúde, Fabiano Pimenta explica a estratégia adotada. “A segunda dose será aplicada no centro de saúde onde a adolescente já recebe atendimento. Esta será a oportunidade para que elas coloquem em dia a caderneta vacinal”, disse.

Em 2014, o público alvo da vacinação é formado por adolescentes do sexo feminino, na faixa etária de 11 a 13 anos. Em 2015, serão vacinadas as adolescentes na faixa etária de 9 a 11 anos e, a partir de 2016, serão vacinadas as meninas de 9 anos de idade.

Segurança

A vacina contra o HPV é utilizada como estratégia de saúde pública em 51 países, entre eles Canadá e Estados Unidos, além de vários da Europa. Estimativas apontam que, desde 2006, cerca de 175 milhões de doses da vacina já foram aplicadas em todo o mundo. A segurança é reforçada pelo Conselho Consultivo Global sobre Segurança de Vacinas da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dados do MS apontam que no Brasil mais de 4 milhões de doses foram aplicadas na primeira etapa sem registros de eventos adversos graves que pudessem ser atribuídos à vacina. A estatística e a observação realizada têm respaldo de estudos pós-licenciamento, realizados especialmente nos Estados Unidos e na Austrália, que comprovam que a vacina é segura e eficaz.

A vacina é produzida no Brasil em parceria entre o Instituto Butantan e o laboratório privado Merck Sharp Dohme (MSD), detentor da tecnologia. Os eventos adversos mais comuns são leves, como dor no local da aplicação, inchaço e eritema. Em casos raros, pode ocasionar dor de cabeça e febre branda.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave