Funcionários dos Correios estão em alerta

Em nota, os Correios afirmam que a greve “não causou impacto significativo na distribuição de cartas e encomendas” no país

iG Minas Gerais | Da redação |

A greve dos funcionários dos Correios acabou, mas, em Minas Gerais, os trabalhadores mantêm estado de greve. “Isso significa que, a qualquer momento, nós podemos entrar em greve”, diz a diretora do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Minas Gerais (Sintect-MG), Claudia Amaral.  

A entidade, que pede 29% de aumento salarial, não assinou acordo com os Correios, que propõem gratificação de R$ 200 para quem recebe entre R$ 1.084 e R$ 3.077, e de 6,5% do salário para quem ganha acima de R$ 3.077. Em nota, os Correios afirmam que a greve “não causou impacto significativo na distribuição de cartas e encomendas” no país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave