Chapa de Gilvan é única inscrita para eleição presidencial no Cruzeiro

Assim como adiantou o Super FC, atual presidente será aclamado para mais um triênio de poder à frente do clube celeste

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Gilvan Tavares (dir) e Márcio Rodrigues (centro) seguirão à frente do comando da Raposa por mais três anos
ALISSON GONTIJO/O TEMPO
Gilvan Tavares (dir) e Márcio Rodrigues (centro) seguirão à frente do comando da Raposa por mais três anos

O que era esperado se tornou realidade nesta segunda-feira. O presidente Gilvan de Pinho Tavares será o único concorrente ao cargo de presidente do Cruzeiro nas eleições do dia 9 de outubro próximo. Com o apoio de todo o Conselho Deliberativo, trazendo para o seu lado inclusive os conselheiros que se consideram da oposição, o atual mandatário da Raposa será aclamado para mais um triênio de poder (2015/2017) à frente da agremiação celeste.

A chapa "História, Tradição e Conquistas", encabeçada por Gilvan, foi a única inscrita para o pleito eleitoral. Além do atual mandatário, o grupo tem como membros o conselheiro benemérito José Francisco Lemos Filho como primeiro vice-presidente, e o conselheiro nato Márcio Rodrigues como segundo vice. Lemos é o atual vice-presidente administrativo e Rodrigues o segundo vice. 

O prazo limite para inscrição de chapas se encerrou às 17h30 desta segunda-feira. Márcio Rodrigues, também conhecido como "Marcinho Atacado", foi o responsável por protocolar no fim da manhã à chapa "Histórias, Tradição e Conquistas".

José Maria Queiroz Fialho, primeiro vice-presidente que deixou de ser atuante depois de escândalos em seus negócios particulares, não mais faz parte da nova equipe que assumirá o Cruzeiro a partir do ano que vem. 

Gilvan assumiu oficialmente o Cruzeiro em 2012 e o mandato atual do presidente termina no fim de dezembro.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposagilvan de pinho tavareseleiçõespresidente