Boa vai encaminhar ao STJD notícia de infração contra zagueiro do Avaí

Clube mineiro quer que a procuradoria avalie a conduta de Antônio Carlos, que teria chamado o atacante Franci de "macaco"

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Antonio Carlos (dir) teria chamado jogador do Boa de
Premiere/Reprodução
Antonio Carlos (dir) teria chamado jogador do Boa de "macaco"

O Boa Esporte vai encaminhar nesta terça-feira à procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) um notícia de infração contra o zagueiro Antônio Carlos, do Avaí, que teria chamado o atacante Franci de “macaco” em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. “Vamos solicitar que a procuradoria avalie a conduta do atleta. Se ela entender que houve algum ato de racismo, o jogador será eventualmente denunciado e irá a julgamento”, afirmou o advogado do Boa Esporte, Lucas Ottoni.

O suposto caso de racismo teria ocorrido no último sábado, na partida realizada no Estádio da Ressacada, quando o Avaí venceu Boa Esporte por 2 a 0, em partida válida pela 26ª rodada da Série B. O atacante Francis disse que foi chamado de “macaco” pelo zagueiro Antônio Carlos. Após o jogo, o atleta da Coruja prestou queixa na 1ª Delegacia de Polícia da Capital, localizada no centro de Florianópolis, e registrou um boletim de ocorrência.

Em seu depoimento, Franci disse que ouviu do zagueiro as palavras “macaco do c...”, situação que foi registrada pelas câmeras de televisão que acompanhavam a partida. Na defesa de Antônio Carlos, o diretor jurídico do Avaí, Sandro Barreto, declarou que o atleta falou “malaco” para se dirigir ao atleta do Boa, mas que diante dos últimos casos registrados as pessoas estão condicionadas a ver a palavra "macaco".  

Leia tudo sobre: américaavaíSTJDnotícia de infraçãoracismomacacozagueiroantônio Carlosatacantefranci