Aluno e instrutor de autoescola são presos tentando 'comprar carteira'

Professor de direção de 43 anos pediu R$ 1.600 ao aluno para "facilitar" a carteira de habilitação, porém, examinador o denunciou

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Fila de carros já chega há quase 200 veículos
Web Repórter
Fila de carros já chega há quase 200 veículos

Um instrutor de autoescola e um candidato à carteira de habilitação foram presos em flagrante pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG) por corrupção ativa. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (29), mas a prisão aconteceu neste sábado (27), no momento em que o candidato tentava tirar carteira da categoria B no bairro Gameleira. 

Antes do aluno de 42 anos ser submetido ao teste de direção, o instrutor, de 43, teria pedido ao examinador da Polícia Civil (PC) para "resolver para o candidato". Como foi reprovado, o homem revelou que entregou R$ 1.600 para o instrutor sob a promessa de que resolveria com o examinador sobre a aprovação.

Com isso, o policial civil encaminhou a dupla para o presidente da banca examinadora, que orientou que os infratores fossem encaminhados à delegacia do Detran, onde foram autuados em flagrante por corrupção ativa, que tem que pena prevista de 2 a 12 anos de reclusão. Instrutor e aluno foram encaminhados ao Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) da Gameleira, onde estão à disposição da Justiça. 

Agora, o delegado responsável pela prisão, Leandro Matos Macedo, apurará o envolvimento na tentativa de suborno do Centro de Formação de Condutores onde o instrutor trabalha, para adoção das providências cabíveis.

Leia tudo sobre: PRESOSCOMPRACARTEIRACORRUPÇÃO ATIVADETIDOSINSTRUTORAUTOESCOLAALUNOCOMPRANDO CARTEIRADETRANMG