Homem estupra e engravida menina de 12 anos com problemas mentais

Na versão da menor, suspeito a convidava para ir à festa religiosa e aproveitava para cometer o abuso; por falta de flagrante, ele não foi levado para a delegacia

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

A Polícia Civil de Uberaba, no Triângulo Mineiro, instaurou, nesta segunda-feira (29), inquérito para investigar um estupro de vulnerável em Veríssimo, na mesma região. O caso foi descoberto na última sexta-feira (26) e a vítima, uma menina de 12 anos que apresenta problemas mentais, está grávida de três meses. O suspeito do crime é um conhecido da família da menina e tem 59 anos.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, a escola em que a adolescente estuda acionou o Conselho Tutelar da cidade depois que a aluna ficou enjoada e passou mal na instituição. Ao ser encaminhada para um hospital, o médico plantonista confirmou a gravidez.

Em conversa com os militares, a menina contou que era abusada sexualmente por um amigo da família. Em um dos abusos, ele teria ido até o local que a vítima vive, em um assentamento, fazer uma visita. A garota afirmou que dormiu vestida, mas acordou nua e não sabia o que tinha acontecido.

Em outros dias, a menor foi convidada pelo suspeito para ir até uma festa religiosa e, no meio do caminho, os estupros eram consumados. Após os crimes, ainda na versão dela, o homem pedia para que a adolescente não contasse a ninguém o que havia acontecido. Além disso, caso alguém desconfiasse, ela deveria falar que um amigo de escola tinha cometido os abusos sexuais. O suspeito foi localizado por militares mas, como não havia flagrante, não chegou a ser conduzido à delegacia. Ele será intimidado a prestar esclarecimentos em outra data. A menina e a família foram retiradas do assentamento e levados para um outro local pelo Conselho Tutelar. 

Leia tudo sobre: ESTUPRO DE VULNERÁVELVERÍSSIMOMENINAGRÁVIDA