Executivo pede demissão após carta de sua filha de 10 anos

Na cartinha, criança fez uma lista com 22 acontecimentos importantes de sua vida que o pai havia perdido devido a compromissos profissionais

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Na foto, o executivo Mohamed El-Erian.
Divulgação
Na foto, o executivo Mohamed El-Erian.

Um executivo de gestão de investimentos deixou seu cargo de CEO após receber uma carta de sua filha. Mohamed El-Erian, funcionário internacionalmente reconhecido por seu trabalho na Pimco, pediu demissão na empresa no início deste ano após ler uma lista que a filha fez com 22 acontecimentos marcantes em sua vida que o pai perdeu em razão da profissão.

Entre os momentos citados pela menina, de 10 anos, estavam o primeiro dia de escola dela, o primeiro jogo de futebol, um desfile de Halloween e diversos recitais. Só agora, em um artigo no site Worth, El-Erian esclareceu que esse havia sido o motivo da demissão, que em janeiro de 2014 chocou o mundo financeiro.

Segundo ele, para cada acontecimento perdido havia um boa desculpa, como uma reunião importante, alguma viagem ou tarefas a cumprir. "Mas me dei conta de que não estava considerando algo infinitamente mais importante. (...) Eu não estava passando tempo suficiente com ela."

Após renunciar ao cargo, El-Erian diz que começou a fazer somente trabalhos de meio período, que permitem mais flexibilidade. O investidor afirmou ainda que agora tem tempo para atividades simples, como pegar sua filha na escola.

"Infelizmente, nem todas as pessoas têm esse luxo. Mas espero que empresas deem mais atenção à importância do balanço entre vida e trabalho, e mais e mais pessoas estejam em posição de decidir e agir em função do que é importante para elas."

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave