Coligação bombardeia principal complexo petrolífero do EI

Os Estados Unidos e um grupo de países árabes, principalmente do Golfo Pérsico, iniciaram na terça-feira (21) uma ofensiva aérea contra posições jihadistas na Síria

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

As forças da coligação liderada pelos Estados Unidos bombardearam no domingo à noite (28) o principal complexo petrolífero controlado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), na Síria, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

“A coligação internacional atacou pela primeira vez a entrada e a sala de orações da Refinaria Coneco”, disse o o diretor da organização não governamental, Rami Abdel Rahman, acrescentando que aquele complexo industrial petrolífero, “sob o controle do EI, é o maior da Síria”. Segundo ele, o ataque tinha por objetivo obrigar os ativistas do EI a abandonar as instalações.

Os Estados Unidos e um grupo de países árabes, principalmente do Golfo Pérsico, iniciaram na terça-feira (21) uma ofensiva aérea contra posições jihadistas na Síria, um mês e meio depois de terem começado a bombardear alvos do EI, no Iraque.

Até domingo, os ataques visaram principalmente bases jihadistas e refinarias usadas pelos ativistas, para cortar a principal fonte de financiamento. O ataque à Coneco “não fez mortos entre os jihadistas, mas apenas alguns feridos”, disse Abdel Rahman. “A refinaria situa-se no Leste da Síria, na província de Deir Ezzor, rica em petróleo e próxima da fronteira iraquiana”.