Morte de Campos e Copa prejudicaram

A morte de Eduardo Campos (PSB), em agosto, e a Copa do Mundo, segundo o tucano, prejudicaram a candidatura dele e a de Aécio

iG Minas Gerais | Tâmara Teixeira |

Ao acompanhar o presidenciável Aécio Neves, neste domingo, em São João del Rei, no Campo das Vertentes, Pimenta da Veiga evitou falar em equívoco dos tucanos na condução da campanha em Minas. Ao contrário do próprio Aécio, que havia afirmado na última semana que houve “equívocos no começo da campanha”, Pimenta deu uma outra explicação para o baixo desempenho nas pesquisas.  

A morte de Eduardo Campos (PSB), em agosto, e a Copa do Mundo, segundo o tucano, prejudicaram a candidatura dele e a de Aécio. “Dois fatos retardaram o posicionamento do eleitor. Até o fim da Copa, ninguém tratou de política, a não ser os próprios candidatos. E o desastre do Eduardo retardou o formato até que voltasse ao eixo natural, como está voltando”, afirmou. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave