“Posso me destacar pela facilidade de bater na bola”

Marcos Rocha Lateral-direito Atlético

iG Minas Gerais | Fernando Almeida |

Douglas Magno - 5.2.2014
undefined

Como você vê essa disputa entre os laterais mineiros?  

Para a lateral direita, temos o Mayke e o Danilo também. Pode ocorrer uma disputa sadia. Nós três fomos criados aqui nos três maiores clubes de Minas e estamos brigando por vaga na seleção. Isso mostra a qualidade das nossas categorias de base. O fato de ter sido o melhor lateral-direito nos dois últimos Brasileiros o ajuda nesta disputa?

Ser o melhor lateral do Brasil aumenta a visibilidade. As pessoas olham de forma diferente. Quero estar sempre entre os melhores. Qual sua maior qualidade, aquela que pode ser fundamental para voltar à seleção?

Creio que o meu passe, não erro muitos. Nossa equipe cria bastante pelo meu lado. Posso dar um lançamento ou uma enfiada de bola para os atacantes. Acho que posso me destacar pela facilidade de bater na bola. Os jogadores que atuam na Europa têm mais chances de irem para a seleção do que aqueles que atuam no Brasil?

As pessoas criaram uma coisa na cabeça de que, na Europa, os jogadores estão mais preparados que os que jogam no Brasil. Mas todo mundo se prepara forte e disputa grandes competições.

Perfil Nome completo: Marcos Luis Rocha Aquino Nascimento: 11/12/1988 (25 anos) Local nascimento: Sete Lagoas (MG) Altura: 1,76 m Clubes: Atlético, Uberlândia, Ponte Preta e América Títulos: Libertadores (2013), Recopa Sul-Americana (2014), Mineiro (2012 e 2013) e Superclássico das Américas (2012, pela seleção)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave