Três laterais, o mesmo sonho

Ex-americano Danilo tem sido lembrado por Dunga; os outros buscam uma chance no time canarinho

iG Minas Gerais | Thiago Prata |

Minas Gerais pode ser a solução para a lateral direita da seleção brasileira na próxima Copa do Mundo. Talento é a palavra que resume o futebol desempenhado por três jogadores destros, mineiros, revelados pelos três principais clubes de Belo Horizonte e que despontam como fortes postulantes às duas vagas para posição, na equipe verde-amarela que começa a ser traçada para o Mundial na Rússia, em 2018.

Com a proposta de reformular a cara do time canarinho visando ao torneio mais importante de seleções, o técnico Dunga pode observar com mais afinco o desempenho de Marcos Rocha, Mayke e Danilo na temporada atual, e lembrar das glórias alcançadas por eles nos últimos anos.

Natural de Bicas, Danilo foi o primeiro a ter o trabalho reconhecido por Dunga. O jogador foi lembrado nas duas listas do treinador desde seu retorno ao combinado verde-amarelo. Danilo tem hoje 23 anos e surgiu no América, atuando tanto como volante, quanto lateral. Devido ao futebol técnico e de velocidade, se transferiu para o Santos, onde se destacou ainda mais. De lá, foi para o Porto-POR.

Já Marcos Rocha, 25, apareceu para o futebol com a camisa do Atlético. Depois de defender Uberlândia, Ponte Preta e América, por empréstimos, o cidadão de Sete Lagoas voltou para o clube do coração, onde brilhou nas temporadas de 2012 e 2013, ganhando, inclusive, os prêmios de melhor lateral-direito do Brasileirão nesses dois anos.

Em função das ótimas apresentações em 2012, ganhou uma chance na seleção, na época de Mano Menezes. Agora, trabalhar forte para retornar.

Por sua vez, Mayke deixou Carangola para tentar a sorte no mundo da bola. E foi no Cruzeiro que ele encontrou sua segunda casa. Em 2013, em sua primeira temporada como jogador profissional, se tornou uma grata surpresa.

Em 2014, o ala de 21 anos segue evoluindo, agora como titular da Raposa e buscando se reconhecido por Dunga em breve.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave