Santos quer repetir boa atuação de BH contra o Goiás

Diante do Galo, equipe quase arrancou um empate, na Arena Independência, mas perdeu por 3 a 2

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Esportes - Belo Horizonte, Mg. Campeonato Brasileiro. Atletico x Santos. Jogo valido pela 24 rodada do campeonato brasileiro. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 25.9.14
LEO FONTES / O TEMPO
Esportes - Belo Horizonte, Mg. Campeonato Brasileiro. Atletico x Santos. Jogo valido pela 24 rodada do campeonato brasileiro. Fotos: Leo Fontes / O Tempo - 25.9.14

A troca de Edu Dracena (suspenso) por David Braz é a mudança confirmada do Santos para enfrentar o Goiás, neste domingo, às 18h30, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Enderson Moreira espera que o time repita o bom desempenho que teve contra o Atlético Mineiro, na última quinta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Para o treinador, aquele foi o melhor jogo da equipe sob o seu comando, apesar da derrota por 3 a 2. Ele quer fazer apenas as alterações necessárias e para anunciar a escalação depende da última avaliação de Robinho, pouco antes da partida. Se o atacante não começar como titular ou não jogar, Geuvânio deve ser escolhido para atuar na direita, com Leandro Damião na referência pelo meio e Thiago Ribeiro na esquerda. Robinho não está machucado, mas acusa o desgaste da maratona a que vem sendo submetido, com dois jogos por semana e pouco tempo para a recuperação física. No intervalo do jogo de Minas Gerais, o atacante pediu para não voltar para o segundo tempo porque se sentia travado e com dores nas duas pernas. Se ele pedir para não jogar, será atendido por Enderson Moreira, que dispõe de boas opções para o ataque. Mesmo que não peça para ser poupado, o treinador vai avaliar se vale a pena correr o risco de ficar sem o seu principal jogador para o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, na próxima quarta contra o Botafogo, no Rio. Alguns pontos vão ser levados em conta por Enderson Moreira antes de decidir se vale a pena escalar Robinho desde o início no jogo, se convém deixá-lo na reserva para entrar se for necessário ou simplesmente poupá-lo. O principal deles é que com o crescimento de Grêmio e Atlético Mineiro, diminuíram muito as possibilidades do Santos conseguir a vaga para a Copa Libertadores no Brasileirão. Outro é a necessidade de conseguir um bom resultado, com a marcação de pelo menos um gol, no jogo ida da Copa do Brasil, em razão do desfalque quase certo de Robinho na decisão da vaga às semifinais, no dia 16 de outubro, na Vila Belmiro. O atacante vai participar do amistoso do Brasil contra o Japão, dois dias antes, em Cingapura, e deve se reapresentar ao clube somente no fim da tarde do dia 15, sem tempo de se recuperar do cansaço e de superar os efeitos do fuso horário a tempo de atuar contra o Botafogo.

Leia tudo sobre: FutebolGoiásSantosPacaembuCampeonato Brasileiro