Após 14 dias, pilotos da Air France encerram greve

A estimativa é de que a greve tenha causado um prejuízo de € 20 milhões por dia à companhia aérea

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Os pilotos da Air France decidiram encerrar a greve iniciada há duas semanas, mesmo após categoria, governo e companhia não terem chegado a um acordo em relação aos funcionários da Transavia Airlines, operadora de baixo custo da empresa francesa. Os funcionários da organização sindical da categoria (SNPL, na sigla em inglês) disseram neste domingo que retomariam suas atividades, após a paralisação por 14 dias que forçou a Air France mais da metade de seus voos. A estimativa é de que a greve tenha causado um prejuízo de € 20 milhões por dia à companhia aérea.    O porta-voz da SNPL, Guillaume Schmid, informou que o sindicato pretende seguir com as negociações para que os pilotos da Transavia recebam as mesmas condições trabalhistas do que os funcionários da Air France.    A companhia comemorou o fim da greve, que considerou "cara e prejudicial", acrescentando que mantém os planos de expandir o número de voos da Transavia na França. A Air France disse que deve levar de dois a três dias para retomar totalmente os serviços impactados pela paralisação.    O primeiro-ministro da França, Manuel Valls, afirmou que "a firmeza do governo permitiu que a empresa reafirmasse seu plano de desenvolvimento estratégico". O governo francês detém uma participação de 15,9% na controladora da Air France, Air France-KLM SA.   Como muitas companhias aéreas da Europa, a Air France busca uma reestruturação para competir com rivais de baixo custo, como a Ryanair Holdings e a easyJet. Um plano lançado em 2012 conseguiu reduzir as perdas, mas no primeiro semestre deste ano a empresa registrou um prejuízo líquido de 614 milhões de euros. Agora, a Air France planeja transferir parte de seus serviços para suas unidades de baixo custo, como a Hop! e a Transavia Airlines, em uma tentativa de controlar os custos e recuperar a participação de mercado.

Leia tudo sobre: GREVEAir Francepilotos