Nem shopping tem lugar para 5

Marcar uma consulta também pode se tornar uma aventura

iG Minas Gerais | Ana Paula Pedrosa |

As situações do cotidiano podem se transformar quase em uma aventura para quem tem uma família maior do que o padrão. “Tudo é adequado para quem tem dois filhos, no máximo”, diz a advogada Patrícia Souza. “O mercado é restrito aos pares”, concorda Thaís Nassif.  

Thaís conta que, até na hora de fazer um lanche no shopping, a família grande se sente sobrando. O mais comum é que as mesas da praça de alimentação e dos restaurantes em geral tenham quatro cadeiras. “Os pratos também são para duas pessoas”, diz. Ela conta que sempre pede uma cadeira auxiliar, que é colocada em local onde atrapalha a passagem. “Outro dia, um cliente foi passar e derramou um copo de suco na cabeça de um dos meus filhos”, diz.

Marcar uma consulta também pode se tornar uma aventura. Para conseguir uma consulta, usuários do sistema público e dos planos de saúde já reclamam da demora. Patrícia tem que marcar três, e em horários sequenciados. “A dentista brinca que se eu faltar, ela perde a manhã inteira de trabalho”, diz.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave