Marcos Rocha destaca preparação para evitar novos problemas médicos

Ainda segundo lateral, fim da concentração tem contribuído para o desempenho dos atletas em campo

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA |

Boas atuações com a camisa alvinegra levaram Marcos Rocha a ser convocado algumas vezes para a seleção
BRUNO CANTINI/ DIVULGAÇÃO
Boas atuações com a camisa alvinegra levaram Marcos Rocha a ser convocado algumas vezes para a seleção

Com mais que um time no departamento médico, o Atlético tem conseguido superar os desfalques e alcançar as vitórias no Brasileirão e sequência da Copa do Brasil. As últimas baixas são o lateral-esquerdo Emerson Conceição, com um estiramento no músculo posterior coxa esquerda, além do argentino Dátolo, que sofreu uma entorse no pé direito.

O lateral-direito Marcos Rocha já chegou a integrar o time dos lesionados nesta temporada. Com uma sequência na equipe de Levir Culpi, ele destaca que a preparação tem sido feita para evitar novos problemas médicos.

"Eu venho sempre conversando com o Carlinhos Neves, sobretudo com as arrancadas, tem a questão da confiança. Eu venho adquirido isso a partir destes últimos jogos. Acho que foi boa essa mudança de programação e está surtindo efeito, a gente está conseguindo vencer. Mas está bastante corrido, a gente está fazendo esses jogos, principalmente pelo ritmo, pela pegada que está sendo. A gente está se cuidando. É um ano mais complicado por causa da parada da Copa, os jogos ficaram bastante apertados, e o Levir tem passado isso para gente, de se cuidar para que dentro de jogo estar recuperado, para corresponder e buscar a vitória", comentou Rocha.

Para ele, a medida de abolir a concentração nos jogos em Belo Horizonte, adotada desde agosto pelo treinador alvinegro, tem contribuído para o desempenho dos atletas em campo.

"A partir do momento que o Levir passou isso para nós, de acabar a concentração, deixou a responsabilidade para os jogadores. Acho que todos os atletas se conscientizaram da importância de, mesmo estando em casa, estar preparado para render mais em campo. Sabemos que o Maluf não gosta desta falta de concentração. Graças a Deus, os resultados estão acontecendo. Mas a conscientização de todos tem sido importante, mostrar no jogo que o descanso dentro de casa tem feito a diferença, e os resultados estão aparecendo", concluiu.