Trama de outros mundos

Pupilo de Silvio de Abreu, Daniel Ortiz estreia como autor titular com “Alto Astral”, próxima novela das sete

iG Minas Gerais | luana borges tv press |

Romance. Daniel Ortiz conta que o folhetim tem como pano de fundo uma história de amor
Globo
Romance. Daniel Ortiz conta que o folhetim tem como pano de fundo uma história de amor

Ser autor principal de uma novela da Globo é o objetivo de boa parte dos colaboradores. E o caminho para alcançar o cobiçado posto nem foi tão longo para Daniel Ortiz. À frente do texto de “Alto Astral”, próxima novela das sete, ele trabalhou como colaborador em apenas duas novelas: “Passione”, de 2010, e “Guerra dos Sexos”, de 2012, ambas de Silvio de Abreu. Antes disso, assinou o primeiro folhetim da Arábia Saudita, “Between Love and Past” (Entre o Amor e o Passado, em tradução livre), transmitido pela rede MBC para 22 países, em 2009. Foi, inclusive, nessa época, que Ortiz e Silvio, que já se conheciam há alguns anos, colocaram em prática o plano de trabalhar juntos. Depois de “Passione”, o autor veterano mostrou ao seu pupilo a sinopse de Andréa Maltarolli, falecida em 2009, que deu origem à nova trama das sete. “‘Alto Astral’ foi trabalhada pela Andréa e pelo Silvio, depois por mim e pelo Silvio em 2011 e, desde o ano passado, retomamos e incluímos histórias novas. Fiz uma outra adaptação em cima da anterior. É uma novela bem amadurecida”, avalia Ortiz.

Na primeira leitura da sinopse, Ortiz ficou na dúvida de como desenvolveria a trama. Mas, depois de alguns dias, começou a colocar a sua cara nos capítulos e o trabalho fluiu melhor. “O que pude aproveitar da Andréa, eu aproveitei. Às vezes, era uma linha de uma cena até por uma homenagem. Mas a história mudou”, explica.

O fio condutor principal de “Alto Astral” gira em torno de Caíque e Laura, interpretados por Sérgio Guizé e Nathalia Dill. Os dois estão ligados por algo que aconteceu em vidas passadas e se reencontram. Ela é justamente a moça cujo rosto Caíque desenha desde a infância. O rapaz, que é médium e conversa com espíritos, logo a reconhece. Mas Laura apenas sente uma conexão muito forte. O problema é que ela está prestes a se casar com Marcos, papel de Thiago Lacerda, irmão de Caíque e grande vilão da novela. “Laura nunca conheceu o amor verdadeiro, mas, quando aparece Caíque, tem toda essa ligação mágica e ela fica perdida”, adianta o autor.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave