Cabo da PM é preso suspeito de estuprar oito mulheres

Armado e dirigindo um carro prata, o policial obrigava as mulheres a entrar no veículo e as estuprava

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Um policial militar foi preso em Jundiaí, no interior de São Paulo, suspeito de ter atacado e violentado pelo menos oito mulheres. A prisão aconteceu na noite da última sexta-feira (26) e oito vítimas fizeram o reconhecimento do homem no 5º Distrito Policial, conforme o portal G1.

Investigadores que atuam no caso disseram que o homem detido é cabo da Polícia Militar e atualmente trabalha em um dos batalhões de Jundiaí. Ele estava desempenhando serviços administrativos.

Nos últimos meses vários boletins de ocorrência de atentados foram registrados no município. De acordo com a polícia, todos os casos apresentavam características parecidas: um homem armado dirigia um carro de cor prata e obrigava as mulheres a entrar. Elas acabavam estupradas. Até agora já foram identificadas vítimas que moram em cinco diferentes bairros de Jundiaí.

O militar foi levado para o presídio Romão Gomes, da Polícia Militar, em São Paulo. Segundo a corporação, o suspeito já havia sido preso no início deste ano, suspeito de roubar travestis e garotas de programa em Jundiaí. Na época, as vítimas também reconheceram o suspeito que foi preso e solto em seguida. Ele respondia o processo em liberdade.

A polícia investiga ainda se há participação do policial em outros casos registrados de ataques a mulheres na cidade.

Leia tudo sobre: policialjundiaípresoestuprooito mulheressão paulodetidoacusado