Manifestação em favor das ocupações conta com MST na praça da Estação

Ato começou na praça da Liberdade, e passou pelas avenidas João Pinheiro e Afonso Pena antes de chegar na praça da Estação, mas trânsito não foi afetado, segundo a polícia

iG Minas Gerais | JULIANA BAETA |

Na manhã deste sábado (27) cerca de duas mil pessoas se reuniram na praça da Liberdade em uma manifestação contra o despejo de moradores de ocupações de Belo Horizonte. O protesto foi pacífico e contou com integrantes de sindicatos de educação da capital e com o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

De acordo com a Polícia Militar, muitos manifestantes chegara ao local em três ônibus, e fizeram uma passeata nas avenidas João Pinheiro e Afonso Pena, com destino à praça da Estação, onde ainda estão cerca de 800 pessoas no início desta tarde. Segundo os militares, o ato não causou complicações no trânsito e nenhum ocorrência foi registrada.

Às 15h30, está prevista também uma visita a ocupação Rosa Leão por parte de professores, mestrandos e doutorados da PUC Minas em defesa as ocupações da área do Isidoro. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave