Ex-núncio tinha mais de 100 mil imagens

Nas imagens aparecem crianças e adolescentes com idades entre 13 e 17 anos

iG Minas Gerais | Da Redação |


Josef Wesolowski foi excomungado pela Igreja no mês de junho
Manuel Diaz
Josef Wesolowski foi excomungado pela Igreja no mês de junho

Mais de 100 mil. Esse foi o número de fotos e vídeos contendo pornografia infantil encontrados pela polícia do Vaticano no computador do ex-núncio na República Dominicana Josef Wesolowski. O religioso foi preso na última terça-feira sob acusação de pedofilia, numa decisão inédita na história da Igreja. Os arquivos contêm imagens e filmes baixados da internet, mas há também fotos “que as próprias vítimas tinham sido forçadas a tirar”, segundo informou o jornal italiano “Corriere Della Sera”.

Nas imagens aparecem crianças e adolescentes com idades entre 13 e 17 anos. Elas são filmadas nuas e forçadas a ter relações sexuais entre si e com adultos, afirma o jornal. Seriam 130 vídeos e mais de 86 mil fotografias. Outras 46 mil imagens teriam sido apagadas.

Segundo o jornal, existe a suspeita de que o ex-núncio estaria ligado a uma rede internacional de pedofilia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave