Exame não aponta lesão e Robinho deve encarar o Goiás

Atacante foi substituído no intervalo do jogo contra o Atlético, mas causa foi apenas cansaço nas pernas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cansaço nas duas pernas. Foi esse o problema que tirou Robinho do segundo tempo do jogo contra o Atlético, na última quinta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte. O atacante iniciou tratamento de fisioterapia nesta sexta, logo após o retorno do time à Baixada Santista, será poupado do treino deste sábado e deve ser escalado para enfrentar o Goiás, neste domingo, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro, a menos que o técnico Enderson Moreira decida preservá-lo para o jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil contra o Botafogo, na próxima quarta, no Rio.

Como Robinho pouco jogou na temporada europeia passada, não participou da pré-temporada do Milan nos Estados Unidos e, mesmo fora do condicionamento físico ideal, reestreou dois dias depois de retornar ao Santos, sente demais a maratona de duas partidas por semana e ao primeiro sinal de desgaste é retirado de campo para não sofrer lesão.

As informações são de que Robinho levou a mão à coxa esquerda ao cair no campo aos 37 minutos do primeiro tempo porque tinha sofrido uma pancada (paulistinha) no músculo posterior da coxa esquerda. No intervalo do jogo, ele se queixou de dores nas duas pernas e de estar se sentindo travado. Após examiná-lo, o médico do clube aconselhou Enderson Moreira a tirá-lo do jogo em razão do risco de lesão.

Sem Robinho em campo, o Santos perde muito porque ele é a referência do time e transmite confiança aos companheiros. Até jogadores mais experientes como Lucas Lima e Leandro Damião passaram a jogar bem melhor com a chegada dele. O atacante também é visto pelo torcedor como a última figurinha carimbada do clube, aquele que é capaz de mudar o resto do ano santista.

Se Robinho for poupado, Enderson Moreira deve escalar o ataque com Geuvânio, Leandro Damião e Thiago Ribeiro. Gabriel perdeu espaço com a troca no comando técnico do time, embora tenha renovado contrato até 2019.

Geuvânio entrou no lugar de Robinho, com o time perdendo por 2 a 0 do Atlético e em 49 minutos jogou como nos seus melhores momentos da fase de classificação do Campeonato Paulista. Ele foi o autor da cabeçada que obrigou Vitor a fazer uma grande defesa, marcou um bonito gol, cobrou o escanteio no de Thiago Ribeiro e mandou uma bola na trave.

Com a suspensão de Edu Dracena pelo terceiro cartão amarelo, Neto vai voltar a atuar pelo lado direito da zaga, em dupla com David Braz, que retorna à equipe. O time deve começar o jogo com Aranha; Cicinho, Neto, David Braz e Caju; Alison, Arouca e Lucas Lima; Robinho ou Geuvânio, Leandro Damião e Thiago Ribeiro.

Leia tudo sobre: santospeixerobinholesaofutebol