Bellucci vence holandês e vai às semifinais na França

Número 79 do ranking ATP, tenista brasileiro venceu o holandês Igor Sijsling, por 2 sets a 0

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O brasileiro Thomaz Bellucci devolve a bola a Roberto Bautista Agut, da Espanha, durante o Grupo Mundial da Copa Davis
AP Photo/Andre Penner
O brasileiro Thomaz Bellucci devolve a bola a Roberto Bautista Agut, da Espanha, durante o Grupo Mundial da Copa Davis

O brasileiro Thomaz Bellucci está classificado para as semifinais do Challenger de Orleans, na França. Nesta sexta-feira, o número 79 do mundo avançou ao superar o holandês Igor Sijsling, 72º colocado no ranking da ATP, por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1, em 1 hora e 8 minutos.

Com a vitória desta sexta-feira, Bellucci se vingou da derrota para Sijsling no único encontro anterior, realizado também neste ano, no qualifying do Masters 1000 de Madri. Dessa vez, porém, o brasileiro se deu melhor e agora aguarda a definição do seu próximo adversário, que sairá do duelo entre o francês Paul-Henri Mathieu, número 84 do mundo, e o austríaco Martin Fischer, 223º colocado no ranking.

Nesta sexta-feira, Bellucci fez oito aces na partida, cinco a mais do que Sijsling. No primeiro set, o brasileiro perdeu o seu saque uma vez, mas como converteu dois de quatro break points, assegurou a sua vitória por 6/4. A segunda parcial foi mais fácil. Bellucci não teve o seu saque ameaçado e aproveitou três de sete break points para fazer 6/1.

Embalado pela participação decisiva na classificação do Brasil para o Grupo Mundial da Copa Davis ao vencer duas partidas de simples no confronto com a Espanha pela repescagem, Bellucci havia encontrado mais dificuldades nas partidas anteriores em Orleans, ambas vencidas em três sets, contra os franceses Marc Gicquel e Lurent Lokoli.

Assim, neste sábado, Bellucci vai disputar duas semifinais em Orleans. Afinal, o brasileiro também participa da chave de duplas neste torneio. Ele e o também brasileiro André Sá vão disputar uma vaga na decisão em partida contra os neozelandeses Marcus Daniell e Artem Sitak.