Dorival se inspira na Copa para motivar o Palmeiras

Após o 6 a 0 para o Goiás, o treinador disse que se sentiu da mesma forma que Felipão, quando o Brasil levou 7 a 1 para a Alemanha

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Treinador pede calma à torcida e diz que está fazendo de tudo para tirar o Palmeiras do rebaixamento
CESAR GRECO/ AGENCIA PALMEIRAS/DIVULGAÇAO
Treinador pede calma à torcida e diz que está fazendo de tudo para tirar o Palmeiras do rebaixamento

Para reanimar o elenco do Palmeiras depois da goleada sofrida para o Goiás por 6 a 0 no último domingo, o técnico Dorival Junior se espelhou no momento mais marcante da última Copa do Mundo. O treinador contou nesta quinta-feira, após bater o Vitória por 2 a 0 no Pacaembu, que tomou como exemplo a derrota por 7 a 1 do Brasil para a Alemanha para buscar como fazer a equipe reagir e sair da última posição do Campeonato Brasileiro.

"Lembrei do que o Felipão (então técnico do Brasil) deve ter sentido naquela semifinal. É um momento terrível, que não se explica. Eu me coloquei no lugar dele e procurei motivar o grupo", explicou Dorival, após o jogo desta quinta-feira. O técnico do Palmeiras admitiu que não esperava uma atuação tão boa da equipe, que pouco foi ameaçada pelo adversário e com o resultado positivo, ganhou três posições na tabela.

Dorival contou que depois da derrota no Serra Dourada evitou dar broncas no grupo e preferiu conversar. "A penitência interna, a autocrítica de cada um fala mais alto depois de um resultado como aquele. Se eu entrasse pesado com o grupo, não encontraria a reação", explicou. Para bater o Vitória, o treinador alterou o esquema tático que vinha usando, ao deixar o 4-2-3-1 pelo 4-4-2, além de ter feito treinos fechados à imprensa.

Segundo o técnico, nas reuniões que fez com o elenco nos últimos dias buscou projetar as próximas rodadas em vez de analisar os motivos que levaram o resultado negativo acontecer. "O jogo em Goiânia foi atípico. Já no intervalo eu não tinha mais o que fazer, mas somente evitar um vexame maior. Lembrei de como o Felipão se sentiu depois daquele primeiro tempo contra a Alemanha", disse.

Leia tudo sobre: dorival juniorpalmeirasvitoriagoiascampeonato brasileiroserie afelipaobrasilalemanha