Em um ano, procura do consumidor por crédito cai 12%

Perspectiva é que cenário se modifique apenas no ano que vem

iG Minas Gerais |

Aumento. Na comparação com julho,  houve um leve aumento  de 0,5% na procura por crédito
Daniel de Cerqueira - 23.9.2009
Aumento. Na comparação com julho, houve um leve aumento de 0,5% na procura por crédito

SÃO PAULO. Quando o consumidor procura por crédito no mercado, é sinal de que há intenção de consumir principalmente de bens duráveis. Mas não é o que vem acontecendo no atual momento do país, que convive com juros altos e retração da economia. A demanda dos consumidores por crédito no Brasil caiu 12,0% no mês de agosto na comparação com agosto de 2013. Os dados foram divulgados nesta quinta pela Boa Vista Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC).

Em outras bases comparativas do levantamento também houve queda: as retrações foram de 4,9% no acumulado dos oito primeiros meses do ano, e de 3,1%, em 12 meses.

Já na comparação com o mês de julho, houve um leve aumento de 0,5%, já descontados os efeitos sazonais. “Contudo, esse aumento pode ser considerado pontual, uma vez que a tendência é de queda”, disse a instituição em nota divulgada à imprensa.

A análise dos segmentos que compõem o indicador geral indica que o recuo de 0,9% na demanda por crédito em instituições financeiras limitou a alta na margem, já que o outro componente, que mede a demanda por crédito no setor não financeiro, registrou alta de 1,4% nessa base comparativa.

A Boa Vista ressalta que o mercado de crédito passou por diversos ajustes feitos pelo governo federal nos últimos meses com o objetivo de estimular a retomada da procura por financiamento por parte dos consumidores em todo o país.

“Contudo, pelo próprio caráter das medidas mais estruturais, até o presente momento os impactos não foram significativos”, reiterou a instituição.

Previsão. A previsão do Boa Vista SCPC é que seja possível uma reversão deste cenário apenas em meados de 2015. Mas isso aconteceria somente “suavizando o atual aperto monetário e, consequentemente, dando maiores estímulos a essa demanda”.

O indicador de Demanda por Crédito – Pessoa Física é elaborado a partir da quantidade de consultas de CPF feitas por empresas à base de dados da Boa Vista.

Empréstimo

Medidas. Na concessão de consignado para quem é do setor privado, o Ministério da Fazenda reiterou que, se houver mudança de emprego, consumidor continua com dívida com aquele banco.

BC padroniza recebíveis de cartões

BRASÍLIA. A partir de 2 de fevereiro de 2015, instituições financeiras e de pagamento deverão utilizar arquivos padronizados de agenda de recebíveis de cartão de pagamento, no caso, de crédito. Essa agenda de recebível é um cronograma dos recebimentos previstos pelo estabelecimento comercial baseado em suas vendas por meio de cartões de pagamento. De acordo com o Banco Central, será possível aos estabelecimentos realizar operações de antecipação desses pagamentos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave