Investigador é morto durante operação contra o tráfico em Betim

Testemunhas contaram que atirador seria um detetive da Delegacia de Homicídios do município, no entanto, informação não foi confirmada pela Polícia Civil

iG Minas Gerais | DAYSE RESENDE / LISLEY ALVARENGA |

Um investigador da Delegacia de Polícia Civil do 1º Distrito de Betim foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (25) durante operação que tinha como objetivo interceptar um carregamento de drogas que chegaria ao município. Testemunhas contaram à polícia que o suspeito teria sido morto por outro policial civil, durante campana no bairro Jardim Teresópolis, em Betim, na região metropolitana, no entanto, informação não foi confirmada.

Conforme as primeiras informações da polícia, a vítima fazia parte de um grupo que estava de "campana" no local, quando um Fiat Stilo, de cor amarela, parou ao lado dos policiais e efetuaram vários disparos contra eles.

Testemunhas contaram aos militares, que foram acionados para atender o ocorrência, e posteriormente repassou o caso para à Polícia Civil, que um dos homens que estaria fazendo a escolta desses traficantes seria um detetive da Delegacia de Homicídios de Betim. Ainda conforme o relato, ao perceber que a escolta era feita por um colega de trabalho o investigador teria se irritado e uma confusão teria começado no local.

Durante o tumulto, o suposto detetive teria disparado várias vezes contra os militares do 1º Distrito que faziam campana no local. Um dos investigadores foi atingido e morre no local. A informação não foi confirmada pelo delegado da Delegacia de Homicídios que acompanha compareceu ao local e ainda não falou com a imprensa.

Após o crime, os suspeitos fugiram no Fiat Stilo e ainda não foram localizados.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave