Polícia Federal vai investigar queimadas na serra

Segundo a assessoria de imprensa da PF, o pedido de investigação foi feito pela diretoria do parque

iG Minas Gerais | Camila Bastos |

Após secar a principal nascente do rio São Francisco, no Parque Nacional da Serra da Canastra, a Polícia Federal (PF) vai investigar as diversas queimadas que têm acontecido no local. Na última sexta-feira, um incêndio que durou 48 horas destruiu 10 mil hectares da área, inclusive pontos próximos à nascente. Desde o último sábado, houve ao menos oito focos de incêndio no parque.

Segundo a assessoria de imprensa da PF, o pedido de investigação foi feito pela diretoria do parque. Para dar início às apurações, a corporação espera que o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade divulgue mais detalhes sobre as queimadas.

Os incêndios na serra do Canastra se juntam a uma série de outros que ocorrem em vários parques de Minas. Conforme divulgou O TEMPO, o número de queimadas em unidades de conservação até o fim de agosto deste ano aumentou 145% em relação ao mesmo período de 2013.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave