Morre Pavão, o ‘Rei do Futebol Amador de Betim’

José Rodrigues dos Santos faleceu no último dia 18 de setembro, aos 67 anos

iG Minas Gerais | Evandro Teles |

Pavão elevou o futebol amador de Betim a um outro patamar
JOÃO LÊUS/ARQUIVO
Pavão elevou o futebol amador de Betim a um outro patamar

“A importância de Pavão para o futebol amador de nossa cidade teve a mesma proporção da chegada da montadora Fiat a Betim”. Essa frase do atual diretor de árbitros da Liga de Desportos de Betim (LDB), Márcio Resende, reflete a magnitude do homem conhecido como o ‘Rei do Futebol Amador de Betim’, após presidir a LDB por mais de 30 anos. José Rodrigues dos Santos, o Pavão, morreu na quinta-feira (18), aos 67 anos, após sofrer com um quadro de infecção generalizada. O filho de Pavão, Arlen Almeida, diz que lembrará sempre de seu pai como um revolucionário, uma pessoa que deu a vida pelo futebol amador.

“Lembro de várias ocasiões em que ele chegou a dormir na sede da LDB para ter tempo suficiente para resolver todos os problemas da entidade. Nossa família só tem a agradecer por tudo que ele fez por nós e pela causa que abraçou”, completa.

O atual presidente da LDB, Raimundo Nogueira, lamentou a morte de Pavão. “Todos nós sabemos o quanto Pavão foi e é importante para o nosso futebol. Trabalhei junto com ele na Liga e vi de perto como ele organizava bem os torneios”. Nos jogos que acontecerão neste fim de semana será respeitado um minuto de silêncio em homenagem ao ex-presidente da LDB.

Para o diretor da LDB, Henrique Carvalho, o futebol amador de Betim atingiu um patamar que o coloca como um dos principais em todo o Estado graças à dedicação e ao trabalho de Pavão à frente da Liga. “Todas as homenagens que serão feitas ao longo desses dias serão poucas frente à importância dele para o nosso futebol”, conclui Carvalho. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave