Minas é radical

Estado é uma das principais referências do país quando se trata da prática de esportes radicais

iG Minas Gerais | Letícia Silva |

PORTAL - REVISTA - 25.09.2014
Diferentes modalidades de esportes radicais em MG .
Na foto , equipe Contagem Flames , 1º Time de Hoquei de Contagem .

FOTO : Chico Romanelli / Contagem Flames
Chico Romanelli / Contagem Flame
PORTAL - REVISTA - 25.09.2014 Diferentes modalidades de esportes radicais em MG . Na foto , equipe Contagem Flames , 1º Time de Hoquei de Contagem . FOTO : Chico Romanelli / Contagem Flames

Aos que não acompanham tanto a prática de esportes radicais, Minas Gerais pode não parecer exatamente uma referência no assunto. Mas engana-se quem acredita nessa teoria. Por ter uma topografia proprícia para esse tipo de prática, o estado oferece um mix de cenários ideais para prática da maioria dos esportes radicais existentes. Montanhas, rios e represas, cachoeiras e muita área verde. Com essa “estrutura”, é impossível não atrair turistas que queiram um lugar para a prática aventureira.  Há, inclusive, uma lei municipal publicada no Diário Oficial do Município (DOM) em novembro de 2012, de autoria do vereador Léo Burguês, que institui a política municipal de fomento para criação do Polo dos Esportes Radicais e de Aventura. A ideia é exatamente atrair turistas radicais para a capital e o interior de Minas.

Os termos “esporte de aventura”, “esporte de ação” ou “esporte radical” são usados para designar práticas com maior grau de risco físico, dado às condições oferecidas a quem pratica. Geralmente são esportes que oferecem risco e, por isso, devem ser usados equipamentos de segurança. Alguns deles, no entanto, não exigem que o praticante seja um atleta.

Em Minas, segundo o diretor da Fundação Mineira de Esportes Radicais (FMER), Rodrigo Ferreira, há a prática de todos os tipos de esportes radicais, exceto o surf, por motivos óbvios. Entre os destaques estaduais, ainda conforme Ferreira, estão o skate (em duas modalidades: o street e o Downhill), o BMX, o motocross e o paraglider. Minas Gerais é um lugar que permite que você pratique quase todos os esportes, a nossa geografia ajuda muito. É um lugar diferente”, conta. Outras modalidades que são favorecidas pela geografia mineira são mountain bike, parapente, paraquedismo, rapel, trekking e wakeboard.

O cenário da prática em Minas, segundo Ferreira, é “excepcional”, mas ainda pede um pouco mais de atenção por parte do poder público. “Ainda é muito pequeno [o investimento]. Os governantes ainda são muito mal orientados. Para o skate, por exemplo, as pistas são poucas e as manuntenção escassa.Tem que fazer bem feito para que não estrague tão rapido”, orienta Ferreira.

Minas é o estado que tem atletas com melhor nível técnico, conforme explica o diretor da FMER. “São Paulo, Rio, Curitiba e Porto Alegre têm vantagem na estrutura e investimento em atletas, mas em relação ao nível técnico de atletas, os nossos são muito fortes. Imagina se a gente tivesse a mesmo investimento?", questiona.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave