Sem campeonato regional, Ziober-Maringá usa amistosos para evoluir

Equipe paranaense já teve encontros contra a seleção do Japão e agora mira desafio contra Brasil Kirin e seleção brasileira sub-22

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Japão foi apenas um dos adversários enfrentados pelo Ziober-Maringá neste começo de temporada
Divulgação
Japão foi apenas um dos adversários enfrentados pelo Ziober-Maringá neste começo de temporada

Sem participar de um campeonato regional de alto nível, o Ziober-Maringá, comandado pelo técnico argentino Horacio Dileo, realiza amistosos para se preparar para a temporada 2014/2015.

A equipe conseguiu agendar compromissos contra times de alto nível, que devem dar uma boa bagagem ao elenco na Superliga.

Depois de perder dois amistosos para o Japão, o time paranaense venceu um quadrangular, que teve participação do Voleisul-Paquetá Esportes-RS, além de Drean Bolívar-ARG e Sesi-SP. Até aqui, são duas vitórias e duas derrotas.

Agora, o próximo adversário é o Brasil-Kirin-SP, outra equipe de qualidade. Estão agendados dois encontros, nesta quinta e sexta, no ginásio do Taquaral, em Campinas.

“Esses jogos são importantes para adquirirmos ritmo de jogo e também para que o grupo possa evoluir. Precisamos nos tornar uma equipe mais entrosada”, analisa o central Rafael.

A sequência reserva um jogo contra a seleção sub-22 do Brasil, no dia 2 de outubro, no ginásio Chico Neto, em Maringá (PR). O time verde-amarelo se prepara para o Sul-Americano da categoria, entre os dias 7 e 12 de outubro, em Saquarema (RJ).

CRESCENDO. A evolução já é sentida pelo grupo, que acredita que um patamar ainda mais alto será alcançado. “Em comparação as partidas contra o Japão, o nosso desempenho foi muito melhor no jogo seguinte, parecia outra equipe. Conseguimos jogar mais solto, o passe funcionou bem e acho que estamos caminhando muito bem, seguindo planejamento traçado pela comissão técnica. Então, esse amistoso contra a seleção brasileira Sub-22 vai ser muito importante para continuarmos melhorando”, destaca o central Matheus.

O Ziober-Maringá conta com um elenco renovado e todo jogo é de grande importância para um desejado entrosamento.

“Como é uma equipe que foi muito modificada desde a última temporada, ainda precisamos melhorar o entrosamento e adquirir mais ritmo de jogo. O restante dos ajustes consertamos nos treinamentos, mas estamos bem focados e seguindo bem o planejamento. Ainda temos um tempo de preparação e vamos nos esforçar para começarmos bem a Superliga”, indica o ponta Renato.