Brasil vence fácil o Canadá e avança no Mundial de Vôlei

Com a vitória sobre as canadenses, a seleção chegou aos nove pontos, mantendo na liderança do Grupo B e a classificada para a segunda fase do torneio

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Com tranquilidade, a seleção feminina de vôlei venceu o Canadá por 3 sets a 0
DIVULGAÇÃO/ CBV FACEBOOK
Com tranquilidade, a seleção feminina de vôlei venceu o Canadá por 3 sets a 0

A seleção brasileira feminina de vôlei continua invicta e sem perder sequer um set no Mundial de Vôlei, que está sendo realizado na Itália. Nesta quinta-feira, em partida válida pela terceira rodada do Grupo B, em Trieste, a equipe não encontrou qualquer resistência e derrotou o Canadá por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/8 e 25/18.

Antes desse triunfo, o Brasil já havia passado por Bulgária e Camarões, ambos em triunfos por 3 sets a 0. E agora a seleção chegou aos nove pontos, na liderança do Grupo B e já classificada para a segunda fase. A equipe volta a entrar em quadra neste sábado, às 15 horas (de Brasília) para enfrentar a Turquia, mesmo horário do duelo de domingo com a Sérvia.

Após poupar as titulares diante de Camarões, na última quarta-feira, o Brasil voltou a usar as suas principais jogadoras contra o Canadá. Assim, o técnico José Roberto Guimarães escalou Dani Lins, Sheilla, Fê Garay, Jaqueline, Fabiana e Thaísa, além da líbero Camila Brait, como titulares e promoveu as entradas de Fabíola, Gabi, Adenízia, Natália e Tandara durante o confronto.

Nesta quinta-feira, a seleção brasileira mostrou sua superioridade desde os primeiros lances da partida e foi ao primeiro tempo técnico vencendo por 8/6. Depois, com bom desempenho no saque, a equipe foi só ampliando a sua vantagem. E com Sheilla e Jaqueline inspiradas, fechou o primeiro set por 25 a 14

Na segunda parcial, o Brasil encontrou ainda mais facilidade. O time foi ao primeiro tempo técnico liderando o placar por 8/3. Sheilla conseguiu uma impressionante sequência de saques, incluindo dois aces, e a equipe fez 14/3. Assim, foi só preciso manter o bom rendimento no bloqueio e no saque, para fechar a parcial em 25/8 com um ataque da Jaqueline.

Após esse massacre, o terceiro set foi um pouco mais equilibrado mesmo que o Brasil tenha feito os quatro primeiros pontos da parcial. Mas foi aí que surgiu mais um diferencial do time brasileiro, a central Thaísa, que conseguiu uma sequência de pontos e colocou o Brasil em vantagem, o que permaneceu até o fim do set, que foi fechado em 25 a 18, assegurando mais um triunfo no Mundial de Vôlei.  

Leia tudo sobre: brasilcanadamundial de voleiitaliaseleçao feminina