Programas de governo ficam escondidos até a reta final

Campanhas de Fernando Pimentel e Pimenta da Veiga ainda não têm agendas para divulgar planos

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |


Pimenta da Veiga ainda está analisando o programa de governo
JOAO GODINHO / O TEMPO
Pimenta da Veiga ainda está analisando o programa de governo

A 11 dias da eleição, os dois principais candidatos ao governo de Minas, Fernando Pimentel (PT) e Pimenta da Veiga (PSDB), não têm nem previsão de quando será lançado oficialmente o programa de governo com as propostas concretas para administrar o Estado. Se nacionalmente a demora da petista Dilma Rousseff e do tucano Aécio Neves em divulgar seus planos já virou motivo para ataques, no embate estadual o tema não tem nem aparecido. No que depender das campanhas, os eleitores deixarão para definir o voto na última hora, já que a promessa é que os documentos sejam divulgados somente nos próximos dias, ou terão que se contentar em escolher o melhor candidato com base no que foi dito nas propagandas na TV.

A promessa feita pelo próprio Pimentel na semana passada durante sabatina com empresários foi de lançar o documento na última terça-feira, 23, o que não se concretizou. Ontem, porém, o coordenador geral do programa, Marco Aurélio Crocco, afirmou que o documento está pronto, mas não há data definida para a divulgação. A mesma resposta foi dada pela equipe da campanha, que alegou que a faringite contraída pelo candidato fez com que a agenda fosse adiada.

Na opinião de Crocco, o atraso na divulgação não pode ser considerado um problema. “O que tem sido dito nos programas já é um resumo do plano de governo, elaborado ouvindo a sociedade e com a participação de especialistas de diversas áreas, como professores da Universidade Federal de Minas”, justifica.

A mesma indefinição de datas ocorre do lado do PSDB. Ontem, a assessoria de Pimenta da Veiga informou que ainda não há uma data certa para o lançamento das diretrizes, apesar de o documento já estar pronto e sob análise do candidato.

Em julho deste ano, após evento em que apresentou os responsáveis pela elaboração do programa de governo, entre eles o professor Paulo Paiva, a campanha tucana definiu o dia 8 deste mês como data para o lançamento. A promessa, porém, não foi cumprida.

Diferentemente dos adversários, o candidato do PSB, Tarcísio Delgado, decidiu nem lançar seu programa. Segundo ele, suas promessas já foram entregues em julho à Justiça Eleitoral e são baseadas no programa nacional do partido. “Esses eventos que meus adversários fazem são só para inglês ver”, criticou.

Plano tucano

Coordenador. A campanha de Pimenta da Veiga informou ontem que o coordenador do plano de governo do candidato, professor Paulo Paiva, estava em reunião e não poderia falar com a reportagem.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave