Líder do Catar acusa Israel de crimes

iG Minas Gerais |

Nova York. O emir do Catar acusou Israel de ter cometido crimes de guerra e crimes contra a humanidade durante o conflito mais recente na Faixa de Gaza. Sheik Tamim bin Hamad Al Thani usou seu discurso na Assembleia Geral da ONU, ontem, para pedir que os líderes mundiais não recebam dirigentes de Israel em seus “salões diplomáticos”.

O líder do Catar também pediu que o Conselho de Segurança da ONU aprove uma resolução obrigando Israel a suspender sua ocupação de terras palestinas, seguindo um cronograma claro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave