Inter derrota Criciúma em casa e assume vice-liderança provisória

Com a vitória, Colorado ficou a oito pontos do líder Cruzeiro, mas pode ser passado pelo São Paulo ainda nesta noite

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Gols do Inter foram marcados por Aráguiz, Eduardo Sasha e D'Alessandro
Facebook/Reprodução
Gols do Inter foram marcados por Aráguiz, Eduardo Sasha e D'Alessandro

O Internacional retomou, ainda que provisoriamente, o segundo lugar na tabela do Brasileirão na noite desta quarta-feira. Jogando em casa, no Beira-Rio, o time gaúcho subiu na classificação ao derrotar o Criciúma por 3 a 0, pela 24ª rodada do Brasileirão.

Com o resultado, o Inter voltou a figurar na vice-liderança, com 44 pontos. Mas poderá perder a posição ainda nesta noite, caso o São Paulo vença o Flamengo, no Morumbi - o time paulista soma 42 pontos.

Já o Criciúma aparece na penúltima colocação, com apenas 23 pontos. A liderança segue nas mãos do Cruzeiro. O time mineiro ampliou a vantagem ao derrotar o Coritiba por 2 a 1, nesta quarta, no Couto Pereira, e agora soma 52 pontos.

Mesmo em situação mais favorável e atuando em casa, o Inter não conseguiu se impor nos primeiros minutos de jogo. Fez uma partida equilibrada até assumir as rédeas nos minutos finais do primeiro tempo.

O domínio foi confirmado pelo primeiro gol do duelo, aos 40 minutos. Rafael Moura lançou Fabrício, que, da linha de fundo, tocou para trás. Aránguiz, no limite da pequena área, dominou com um pé e chutou com o outro, de bico, para as redes.

O time da casa ampliou aos 2 do segundo tempo. No primeiro ataque da etapa complementar, Rafael Moura cruzou, Alex errou e Eduardo Sasha tocou para dentro. Cinco minutos depois o Inter sacramentou a vitória.

Eduardo Sasha cruzou pela esquerda para D'Alessandro bater colocado e fazer. "Trabalho toda a semana. A oportunidade vem aparecendo e eu tento aproveitar. Hoje fui bastante participativo, foi um dos meus principais jogos", comentou Sasha.

O time da casa vinha embalado até que, aos 30, Fábio Ferreira puxou Eduardo Sasha dentro da área. O árbitro Marcelo de Henrique Lima marcou pênalti para o Inter. D'Alessandro deu a bola para Rafael Moura bater. O atacante chutou no canto, mas o goleiro Bruno pegou.

Muito vaiado pela torcida - que vem insatisfeita com seus resultados -, Moura foi defendido por D'Alessandro e Paulão, que pediram aplausos aos torcedores. "O resultado foi muito bom, mas poderíamos ter feito mais gols", afirmou Alex no fim da partida. "Fizemos o dever de casa. Vamos fazer nossa parte, que chegaremos onde a gente quer", destacou Fabrício.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 3 x 0 CRICIÚMA

INTERNACIONAL - Dida; Gilberto, Paulão, Juan e Fabrício; Wellington, Aránguiz, Alex (Willians), D'Alessandro e Eduardo Sasha (Valdivia); Rafael Moura (Maurides). Técnico: Abel Braga.

CRICIÚMA - Bruno; L. Felipe, F. Ferreira, Gualberto e Cortez; R. Souza, Serginho (Paulo Baier), João Vitor e C. Santana; Lucca (Zé Carlos) e Silvinho (Bruno Lopes). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

GOLS - Aránguiz, aos 40 do primeiro tempo, Eduardo Sasha, aos 2 do segundo, D'Alessandro, aos 7. CARTÕES AMARELOS - Rafael Moura e Wellington (Inter); Gualberto, Rodrigo Souza e Fábio Ferreira (Criciúma). ÁRBITRO - Marcelo de Henrique Lima (RJ). RENDA - R$ 396.620,00. PÚBLICO - 18.291 pagantes. LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Leia tudo sobre: intercoloradovicecriciumafutebol