Pezão retira outro tumor do cérebro e já pensa em retorno ao octógono

Lutador postou foto com mensagem no Instagram agradecendo o apoio dos fãs e prometeu volta rápida às lutas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pezão tirou dois tumores do cérebro que provocaram excesso de hormônio do crescimento no organismo
Reprodução/Instagram
Pezão tirou dois tumores do cérebro que provocaram excesso de hormônio do crescimento no organismo

O lutador Antonio Silva, o Pezão, foi operado nesta terça-feira, para a retirada de um tumor benigno sua glândula pituitária, no cérebro. A cirurgia, que já estava prevista antes mesmo do combate com Andrei Arlovski, em 13 de setembro passado, foi o um sucesso e o paraibano já até planeja uma volta rápida ao octógono.

"Minha cirurgia foi um sucesso, já estou no quarto e quero agradecer a todos pela energia positiva que me passaram, por todos que rezaram e oraram por mim. Logo estarei de volta pra fazer o que eu mais amo, que é lutar", disse Pezão.

O lutador já havia passado por cirurgia semelhante. O problema dele foi detectado em 2006, ao descobrir que tinha um tumor que provocava secreção excessiva do hormônio do crescimento, causando acromegalia.

Com a retirada do tumor, os níveis hormonais ficam bagunçados no organismo, interferindo na preparação do atleta. Uma solução seria fazendo reposição com o TRT, mas essa possibilidade foi descartada já que o tratamento foi banido do UFC pela comissão atlética de Nevada. Pezão disse que o problema não afetará sua carreira.

"O problema é no futuro, quando eu tiver uns 50 anos, que essa falta de testosterona pode fazer mais diferença. Hoje não prejudica a minha saúde. Eu consigo tirar da alimentação e da suplementação a diferença que preciso. Consegui baixar meu nível de hormônio de crescimento, mas não tem trazido nenhum mal, até ao contrário, porque eu me lesiono pouco, me recupero rápido", explicou.

Leia tudo sobre: pezaoufclutacirurgiacerebrotumor