Corinthians é denunciado e pode perder até 20 mandos

STJD vai julgar briga entre duas torcidas organizadas da equipe paulista, além de um objeto ter sido atirado no gramado

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cobertura inacabada causou problemas na partida entre Corinthians e Figueirense, por conta da chuva
FIGUEIRENSE/DIVULGAÇÃO
Cobertura inacabada causou problemas na partida entre Corinthians e Figueirense, por conta da chuva

O Corinthians poderá perder até 20 mandos de campo pelo mau comportamento de sua torcida no clássico contra o São Paulo, domingo passado, no Itaquerão. O clube foi denunciado nesta quarta-feira pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e será julgado, ainda sem data definida, por desordem e lançamento de objeto no gramado.

 

No clássico de domingo, duas torcidas organizadas do Corinthians a Camisa 12 e a Pavilhão 9, brigaram entre si nas arquibancadas do Itaquerão. Além disso, um isqueiro foi atirado no gramado.

O árbitro da partida, Luiz Flávio de Oliveira, relatou esses dois fatos na súmula. E a procuradoria do STJD levou essa informação em consideração para denunciar o clube nesta quarta-feira. "Informo que aos 11 minutos do segundo tempo houve uma briga na torcida do Corinthians, no setor onde se encontravam as torcidas organizadas. A confusão foi contida pela polícia militar. Aos 20 minutos foi atirado no campo de jogo um isqueiro vindo do setor onde se encontravam as torcidas organizadas do Corinthians", diz o texto escrito pelo árbitro na súmula do clássico. O Corinthians, então, foi enquadrado nos incisos I e III, parágrafo 1º, do artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena é de até R$ 100 mil e a perda de 10 mandos de campo por inciso. O STJD ainda vai marcar a data do julgamento. Uma suspensão como essa daria um prejuízo de cerca de R$ 1 milhão por jogo. Esse é o valor médio que o clube tem arrecado quando atua no Itaquerão (já descontadas as despesas da partida). O STJD também denunciou os jogadores Álvaro Pereira, do São Paulo, e Fábio Santos, do Corinthians, por jogada violenta (artigo 254). Os dois receberam cartão vermelho no clássico e podem pegar de um a seis jogos de suspensão. Já o volante Souza também foi denunciado porque deu uma declaração polêmica criticando a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira, após a derrota para o Corinthians. "A gente estava com o placar a nosso favor, só que a gente esqueceu de contratar o árbitro, e eles contrataram e venceram", disse o jogador do São Paulo, que pode ser multado em até R$ 100 mil e pegar suspensão de até seis partidas. HOMOFOBIA - O STJD informou que a procuradoria ainda está analisando os supostos insultos homofóbicos que teriam ocorrido entre torcedores de Corinthians e São Paulo no clássico. o objetivo do inquérito é apurar "se os cânticos revelam mera provocação ou se possuem cunho discriminatório, desdenhoso ou ultrajante". A partir disso, poderá ser feita uma denúncia ou o arquivamento do caso. Antes e durante o clássico, as duas torcidas teriam feito insultos homofóbicos aos rivais. Os corintianos, por exemplo, gritaram "bicha" para o goleiro Denis quando ele pegava na bola. E os são-paulinos levaram faixa para ironizar a principal organizada do Corinthians, que foi chamada de "Gaivotas da Fiel".