Sucesso repentino não ilude Carlos: 'Não deixo subir para a cabeça'

Jovem atacante garante que está focado em evoluir sempre para alcançar objetivos ainda maiores na carreira

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

ESPORTES - VESPASIANO MG - BRASIL - Treino do Atletico MG apos vitoria sobre o Cruzeiro. Cidade do Galo em Vespasiano MG.
Foto: Douglas Magno / O Tempo
Douglas Magno / O Tempo
ESPORTES - VESPASIANO MG - BRASIL - Treino do Atletico MG apos vitoria sobre o Cruzeiro. Cidade do Galo em Vespasiano MG. Foto: Douglas Magno / O Tempo

Ele só tem 19 anos e foi o responsável direto por dar a vitória ao Atlético no clássico contra o Cruzeiro, disputado no último domingo. O Mineirão estava lotado, a Raposa ostentava a ponta da tabela com seu plantel estelar, mas diante de um cenário tão adverso brilhou a estrela de Carlos.

De um dia para o outro, o jovem atacante deixou o status de promessa da base para, aos poucos, galgar seu espaço no time titular do Atlético. Mas a fama repentina não o ilude. O garoto se diz inteiramente focado e com a cabeça no lugar para seguir brilhando.

"Eu estou tranquilo, eu sei lidar muito bem com isto. Não deixo subir para a cabeça, tem gente extra-campo me orientando, cuidando e conversando muito sobre isto", afirmou Carlos.

E para ajudar neste momento de transição, o jovem atacante conta com o apoio dos companheiros mais experientes, entre eles Diego Tardelli. Conhecido por seu início de carreira turbulento, o camisa 9 atleticano agora passa sua experiência aos mais jovens na expectativa de que eles cresçam profissionalmente e não se apeguem ou até mesmo tropecem na vida extracampo.

"Ele é meu ídolo, conversa muito comigo. Todo o dia ele me orientando, falando sobre dedicação, não sair muito, ter a consciência de que eu vou ter oportunidade de fazer isto tudo depois, no meu período de férias. Estou escutando tudo e está dando certo", concluiu.

Leia tudo sobre: atleticogalocarlossubi a cabeca