Carlos tenta se adequar à fama de ser 'o cara' do clássico

Jovem atacante de 19 anos foi o autor de dois gols na vitória atleticana por 3 a 2 contra o Cruzeiro, no Mineirão

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

ESPORTES - VESPASIANO MG - BRASIL - Treino do Atletico MG apos vitoria sobre o Cruzeiro. Cidade do Galo em Vespasiano MG.
Foto: Douglas Magno / O Tempo
Douglas Magno / O Tempo
ESPORTES - VESPASIANO MG - BRASIL - Treino do Atletico MG apos vitoria sobre o Cruzeiro. Cidade do Galo em Vespasiano MG. Foto: Douglas Magno / O Tempo

Câmeras, flashes, pedidos de autógrafos. A vida do jovem garoto Carlos, de apenas 19 anos, transformou radicalmente após o clássico. Autor de dois gols na vitória sobre o Cruzeiro por 3 a 2, no último domingo, o jogador diz estar vivendo um sonho. A concretização de alvos que ele imaginava em sua mente, mas que jamais esperava acontecer de uma maneira tão rápida.

"Está sendo sensacional. Demorou para a ficha cair. Com certeza, está sendo um momento brilhante no clássico", afirmou o jogador.

"Todo mundo reconhecendo meu trabalho, triando foto, até no prédio que eu moro, o porteiro veio falar comigo. Eu sempre sonhei com isto, não esperava ser tão rápido. Sempre eu pedia a Deus para me dar oportunidade e aconteceu", completou.

Ainda reservado, Carlos ainda tenta vencer a timidez a cada entrevista, mas não contém a emoção de pensar que até pouco tempo ele apenas observava os titulares e via Jô como seu principal ídolo.

"Há dois meses estava vendo os treinos dos profissionais. Era um sonho jogar com o Jô e hoje eu estou tendo a oportunidade de jogar ao lado dele", concluiu o jogador, autor de três gols nos últimos dois jogos do Atlético no Brasileirão. 

Leia tudo sobre: atleticogalocarlospopstarjovemartilheiro