Suspeito de balear atleticanos antes do clássico é preso

Motoboy Thiago Ramalho negou que tenha sido o autor dos disparos e afirmou que não ouviu nenhum barulho diferente no dia

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

O principal suspeito de ter baleado os quatro torcedores do Atlético na avenida do Contorno, próximo ao bairro Floresta, no último domingo, foi preso pela polícia na manhã desta terça-feira. Thiago Ramalho, 29 anos, é motoboy e integrante do 9º Comando Zona Norte Máfia Azul Revolução. Ramalho passou boa parte do dia prestando depoimento na 4ª Delegacia Centro, no bairro Santo Agostinho. O delegado Marcelo de Andrade Paladino preferiu não apresentar o suspeito à imprensa e disse que está sendo feita uma perícia, com base em imagens de vídeo, mas que “não irá divulgá-las porque isso pode atrapalhar a investigação”. O motoboy, que não tem passagem pela polícia, foi preso no bairro Guarani. Ele não compareceu ao trabalho na segunda-feira, o que aumentou os indícios de que ele seja o autor dos disparos. Thiago Ramalho dirigia um Gol vermelho, com mais três ocupantes, no dia e hora em que os torcedores do Galo foram baleados, no domingo, antes do clássico entre Cruzeiro e Atlético. No entanto, segundo a polícia, Ramalho afirmou que não cometeu o crime e que não ouviu o barulho dos disparos. O carro de Ramalho estava escondido na casa de um amigo e foi apreendido. O suspeito será encaminhado ao Ceresp ainda nesta terça-feira.

Leia tudo sobre: cruzeiroatleticosuspeitopresoclassicobelo horizontebaleado