Jovem esfaqueado na Virada Cultural começa a ser velado em Contagem

Família garante que irá pressionar para agilidade das investigações do caso; homem morreu após 22 dias internado

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Familiares e amigos de Humberto Sena, 21, começaram a velar o corpo do jovem, na manhã desta terça-feira (23), no Parque Renascer Cemitério e Crematório, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ele foi esfaqueado em uma tentativa de roubo na Savassi, na região Centro-Sul da capital, durante a edição da Virada Cultural deste ano, e morreu no fim da tarde dessa segunda-feira (22), após passar 22 dias internado no Hospital de Pronto-socorro João XXIII (HPS). O sepultamento de Sena está previsto para às 16h.

De acordo com um padrinho da vítima, ainda não há novidades quanto a investigação do caso. "Está todo mundo cuidando dessa parte burocrática do sepultamento, mas, depois que todo mundo ficar mais tranquilo, vamos pressionar por novidades", garantiu.

Sena morreu após sofrer complicações nos ferimentos, segundo informações de um funcionário do hospital, que preferiu não se identificar. A vítima respirava por aparelhos e estava internada em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Relembre o caso

Na madrugada do domingo, 31 de agosto, durante a Virada Cultural, o jovem foi agredido por dois criminosos e teve o baço, pulmão e rins atingidos por uma faca usada por um dos suspeitos. Até o momento, ninguém foi preso.

O jovem estava na festa com outros dois amigos. Segundo o pai da vítima, o filho foi agredido no momento em que retornava para casa. Os amigos relataram à família que Sena não reagiu ao assalto e foi agredido injustamente. 

Contudo, no boletim de ocorrência registrado pelo primo da vítima, Sena teria reagido a tentativa de roubo ao seu celular e foi atingido por uma faca no abdômen e por uma garrafada na cabeça, na praça Diogo de Vasconcelos.

Leia tudo sobre: tentativa de roubofacadainternado