Dilma participará da Cúpula do Clima em Nova York

Candidata à reeleição viaja para os Estados Unidos na noite desta segunda-feira para discursar na abertura da 69ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU)

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Com quatro palanques no Rio, Dilma enaltece parceria com Pezão e Paes
AP Photo/Eraldo Peres
Com quatro palanques no Rio, Dilma enaltece parceria com Pezão e Paes

Antes de discursar na abertura da 69ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na próxima quarta-feira (24), a presidente Dilma Rousseff participará nesta terça-feira (23) da Cúpula do Clima, que deve reunir 120 chefes de Governo e Estado em Nova York para discutir ações nacionais que estão sendo tomadas para reduzir os impactos das mudanças climáticas.

A cúpula, convocada pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, não faz parte do calendário oficial de negociações da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCC, na sigla em inglês), mas será uma tentativa de avançar na agenda climática para subsidiar a 21ª Conferência do Clima (COP-21), em Paris, marcada para dezembro de 2015, que deverá chegar a um novo acordo global para conter as emissões de gases de efeito estufa.

Dilma fará um discurso na Cúpula do Clima às 9h (10h no horário de Brasília). O Brasil também estará representado na reunião pela ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, que vai participar de um painel específico sobre florestas e de encontros bilaterais com ministros da área de outros países. A presidente também deverá estar acompanhada do ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, que, antes de assumir o comando do Itamaraty, era o principal representante do Brasil nas negociações ambientais internacionais.

De acordo com a ONU, cada país poderá levar à cúpula um balanço das ações que estão executando nas áreas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas, além de apresentar propostas para conter o aquecimento do planeta. Junto com os governos, a reunião também terá representantes do setor privado e da sociedade civil.

A Cúpula do Clima terá debates em oito áreas: agricultura, cidades, energia, financiamento, florestas, indústria, resiliência e transporte.

Na quarta-feira, antes do discurso de abertura na Assembleia Geral da ONU, que sempre cabe ao Brasil, Dilma terá uma reunião com Ban Ki-moon. A presidente embarca para os Estados Unidos na noite desta segunda-feira (22).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave