Avenida Pedro I é liberada 82 dias após a queda do viaduto

Trânsito foi liberado por volta das 15h05 desta segunda-feira (22); por enquanto tráfego ocorrerá na pista mista e da exclusiva do Move de um dos sentidos

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Veja o mapa divulgado pela BHTrans de como funcionará o tráfego na avenida por enquanto
BHTrans / Divulgação
Veja o mapa divulgado pela BHTrans de como funcionará o tráfego na avenida por enquanto

Após exatos 82 dias da tragédia que matou duas pessoas e feriu outras 23, a avenida Pedro I deixará para trás os dias de interdição, perícia e implosão do viaduto Batalha dos Guararapes, para voltar a ser um dos principais corredores de veículos de Belo Horizonte. A estrutura de concreto e pouco aço, conforme constatou laudo apresentado posteriormente pela construtora responsável pela obra, desabou por volta das 15h do dia 3 de agosto, mesmo horário em que ocorreu a reabertura da via nesta segunda-feira (22).

A implosão do viaduto aconteceu no domingo (14) e, durante a última semana, a construtora Cowan trabalhou na demolição e limpeza da via, que foi entregue já sem os escombros neste domingo (21). Conforme a empresa que administra o trânsito da capital, BHTrans, foram feitos trabalhos de recapeamento, limpeza e sinalização da via ainda nesta segunda.

Carros particulares e ônibus poderão circular nos dois sentidos entre a avenida João Samaha e a rua Américo Gasparini. Os veículos que seguem no sentido Bairro/Centro deverão utilizar as faixas destinadas ao Move e, no sentido Centro/Bairro, será utilizada a pista mista. Ainda será necessário plo menos mais uma semana para que todas as pistas da avenida seja liberadas pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Por enquanto a avenida General Olímpio Mourão Filho, onde ficaria o viaduto que desabou, também permanecerá interditada até a conclusão dos trabalhos.

Veja abaixo como ficará o trânsito

Sentido Centro / Bairro: A pista mista da avenida Dom Pedro I, entre a avenida João Samaha e a rua Américo Gasparini, será liberada para o tráfego, e circularão por ali veículos particulares e ônibus. Haverá uma faixa segregada para circulação das linhas Move, que sairão da busway após a avenida João Samaha e retornarão à pista exclusiva próximo à rua Américo Gasparini. O acesso à região do bairro Planalto deverá ser feito pela rua Ely Murilo Cláudio e o acesso à região do bairro São João Batista permanece pelo viaduto João Samaha.

Sentido Bairro / Centro: Na avenida Dom Pedro I, a partir da rua Américo Gasparini, veículos particulares e ônibus utilizarão a busway até a altura da rua João Samaha, onde os carros retornam à pista mista e as linhas Move seguem pela pista exclusiva. Haverá uma faixa segregada para circulação das linhas Move. Para motoristas da região do Planalto, o acesso ao Centro segue pela avenida Cristiano Guimarães até a Pedro I e pela avenida Portugal.

Transporte Coletivo: Ainda de acordo com a BHTrans, todas as Estações do Move na Avenida Pedro I terão o atendimento retomado. As linhas do transporte convencional terão o atendimento em pontos de embarque e desembarque já existentes na avenida e, neste trecho, haverá ponto, no sentido Bairro/Centro, próximo à rua Professor Aimoré Dutra e entre a avenida João Samaha e a rua São Pedro do Avaí. No sentido oposto, será entre a avenida João Samaha e a avenida Olímpio Mourão Filho, e também depois da rua Américo Gasparini.