Jogo de sinuca em bar termina em facada e um morre em Juiz de Fora

Suspeito pode ter fugido para o Rio de Janeiro, onde trabalha; homens eram amigos e tomaram bebida alcoólica; motivação para briga não foi esclarecida

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Um simples jogo de sinuca, entre amigos, em um bar, acabou com um deles esfaqueado e morto, em Juiz de Fora, na Zona da Mata, nesse domingo (21). O suspeito assassinou o homem, na porta de sua casa, e ainda não foi localizado.

A dona do estabelecimento contou à Polícia Militar (PM) que Cláudio Lúcio Crispim, 44, vulgo "Pescoço", e C.P.T., 39, conhecido como "Nego", estavam jogando sinuca e tomando bebida alcoólica, quando, em um dado momento começaram a brigar e "Nego" deu um soco em Crispim, que teria caído e machucado a testa. A motivação para a briga não foi esclarecida.

O suspeito deixou o local e a vítima o seguiu até sua casa, na rua Luiz Lourenço da Silva, no bairro Cidade Nova, na companhia de um sobrinho. O familiar relatou que o tio foi tirar satisfação e ao chegar na residência de "Nego", começou a atirar pedras no telhado. O homem saiu da casa, já com uma faca em mãos, e os dois agrediram-se, até que Crispim foi atingido por duas facadas no tórax.

O parente chegou a tentar proteger o tio, mas não conseguiu desarmar o suspeito, que fugiu com a faca. O pai de "Nego" estava na casa e confirmou ter ouvido barulhos vindos do telhado da casa e que quando saiu, viu a vítima caída. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e constatou o óbito.

A PM suspeita de que "Nego" possa ter viajado para o Rio de Janeiro, já que familiares dele disseram que ele está trabalhando na cidade carioca e que já estaria com passagem comprada para lá. Até o momento, não há informações concretas sobre o paradeiro dele.

Leia tudo sobre: facadabarsinucaamigos