'A culpa é de todos nós', reconhece diretor palmeirense

Para Brunoro, a diretoria do clube tem a maior parcela de responsabilidade na crise do Palmeiras; time paulista é o lanterna do Brasileirão

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

José Carlos Brunoro, diretor-executivo do Palmeiras, assumiu a parcela de responsabilidade da diretoria na crise da equipe, agravada pela goleada de 6 a 0 sofrida para o Goiás, domingo, no Serra Dourada. O resultado, que iguala o maior revés que a equipe já havia sofrido no Campeonato Brasileiro, derrubou o time para a lanterna do torneio.

"A culpa é de todos nós, não podemos nos eximir, estamos dentro do processo de responsabilidade, a maior parcela é de quem comanda, temos de assumir, refletir os erros e pensar imediatamente numa solução, não podemos ficar adiando o problema", disse.

O dirigente palmeirense admitiu que a atuação da equipe foi desastrosa em Goiânia. "Acho que foi um desastre. Se está acontecendo alguma coisa, temos de analisar, como fazemos todos os dias. Tentamos dar condições para que as coisas melhorem, estavam melhorando, tirando o jogo do Fluminense (derrota por 3 a 0)", disse o dirigente.

Contra o Goiás, a equipe do Palmeiras cometeu muitos erros defensivos, que foram decisivos para o placar. Foram dois erros na saída de bola, que ocasionaram o segundo e o terceiro gols, uma bola desviada pelo zagueiro Lúcio que foi interpretada com recuo pelo árbitro. Na cobrança, o Goiás marcou o quarto gol. Por fim, o goleiro Deola não segurou o chute de Welinton no sexto gol.

Nos últimos seis jogos, a equipe palmeirense venceu apenas uma. A próxima partida do Palmeiras será na próxima quinta-feira, às 19h30, contra o Vitória, no Pacaembu, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: palmeirasbrunorogoleadagoiascriselanterna do brasileirao