Uma florada de atividades

Primavera dos Museus movimenta agenda do circuito cultural de Belo Horizonte e promove interdisciplinaridade

iG Minas Gerais | Deborah Couto |

Uma noite no museu. Banda de gafieira Senta a Pua é uma das atrações do Boa Noite Memorial, que vai até as 3h da manhã
arquivo/jornal o tempo
Uma noite no museu. Banda de gafieira Senta a Pua é uma das atrações do Boa Noite Memorial, que vai até as 3h da manhã

A primavera ainda nem deu as caras, mas os museus já começam a soltar sua programação especial em homenagem à estação das flores. A oitava edição da Primavera dos Museus – evento criado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) – começa hoje e traz atrações para os mais variados públicos. A expectativa é de que compareçam 2.000 pessoas durante toda a semana. O evento vai até o dia 28 de setembro.  Os museus têm buscado cada vez mais ações interdisciplinares em suas programações. Por isso, elas incluem exposições, oficinas, palestras, apresentações, entre outras atividades. “Pensamos na transversalidade de ações, enxergando o museu como um espaço multicultural, que transpassa pelas diversas vertentes artísticas. Outra questão é a integração dos próprios espaços entre si – um museu realizando atividades em outro. Os cidadãos têm à disposição atividades de formação, de fruição, de lazer, de reflexão e outras abordagens que as experiências artísticas possam proporcionar”, pontua o presidente da Fundação Municipal de Cultura (FMC), Leônidas de Oliveira. A FMC, aliás, preparou uma agenda que reúne visitas sensoriais, exposições, oficinas, palestras, espetáculos musicais e teatrais. No Museu Histórico Abílio Barreto, por exemplo, haverá atividades como o concerto “Choros de Câmara no Museu” (dia 25, às 20h) e a oficina Hortas Urbanas (dia 27, às 14h30), que ensina o cultivo de hortaliças e leguminosas para o consumo de uma alimentação saudável na cidade. Já o Centro de Referência da Moda (CRModa) tem como destaque a apresentação do espetáculo “A Morte de DJ em Paris”, com Luiz Arthur e direção de Walmir José (dia 26, às 19h). O Circuito Cultural Praça da Liberdade também participa dos eventos da Primavera nos Museus. Com exposições de destaque, como “Visões na Coleção Ludwig” (em cartaz no CCBB BH) e “Recosturando Portinari” (na Casa Fiat de Cultura), o conjunto cultural também criou intensa programação para os dias do festival. Para quem estiver animado e quiser passar a noite fora de casa, o Memorial Minas Gerais Vale planejou o Boa Noite Memorial, que está em sua terceira edição. O evento, que vai até as 3h, tem shows para todos os gostos, de apresentações de VJs e DJs a de canto lírico, passando por shows de jazz e batalha de drag queens. Tudo acontece na noite desta sexta-feira (26). “O Boa Noite é o grande evento do festival e tem sido muito gratificante por já ter, inclusive, inspirado outros eventos nesse formato na cidade”, conta o gerente do Memorial, Wagner Tameirão. “É uma noite em que o museu sai de sua rotina e se torna um pouco ‘profano’. Se abre para o experimental e para novas formas de ocupar o espaço. Para este ano, esperamos um público bem jovem. Costumamos receber gente que não costuma ir ao Memorial”, diz Tameirão. Quem tiver filhos também tem onde levá-los. O Museu das Minas e do Metal oferece contação de histórias sobre a primavera com Beatriz Myrrha (dia 28, às 11h). Os fãs de literatura podem ir à Academia Mineira de Letras na quinta-feira (25/9) para uma palestra em homenagem ao centenário de Octavio Paz, com Olga Valeska, Regina Mello, Angela Vieira Campos e Sandra Fonseca. O evento acontece a partir das 19h. Confira as agendas completas nos sites dos respectivos museus e no www.museus.gov.br. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave