Mano volta falar em título e ironiza chance de demissão

Vitória contra o São Paulo beneficiou o Cruzeiro, mas técnico acredita que Timão ainda pode buscar o time mineiro na classificação

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Após vencer o São Paulo por 3 a 2, Mano Menezes mudou o discurso sobre as pretensões do Corinthians no Campeonato Brasileiro. Se antes ele havia afirmado que o time não tinha chance de ser campeão, neste domingo o técnico disse que ainda é possível sonhar com título.

Mas o técnico colocou uma condição. O time precisa repetir atuações como a deste domingo. O Corinthians jogou bem, ficou atrás placar duas vezes, mas teve tranquilidade para virar a partida.

"Nunca abrimos mão do título. O que eu disse foi que em uma situação, quando você olhava a produção da equipe, você estava mais para um lado do que para o outro. Não podia vender ilusão. Hoje (domingo) saímos com outra convicção. Se tivermos esse comportamento, aí podemos pensar em algo maior", comentou.

Mano Menezes, que chegou ao clássico pressionado pelos maus resultados, só usou da ironia quando respondeu uma pergunta sobre seu momento no clube. E disse que se deixar o time, vai deixar a equipe numa boa colocação.

"Estou tranquilo. Vim até de casaco, de blazer, e me preparei para ir ao exterior porque vão trocar de treinador na próxima temporada. Até lá eu vou cuidar do Corinthians. Se sair, vou entregar bem colocado."

Tite, antecessor de Mano, é bem-visto por boa parte dos dirigentes para voltar a comandar o Corinthians na próxima temporada. Depois que saiu do clube, Tite passou alguns meses na Europa para estudar. Nos últimos dias, voltou à mídia dando entrevistas para programas de TV.

Leia tudo sobre: corinthianssao paulocampeonato brasileiro