Flamengo e Fluminense ficam no empate no Maracanã

Em franca recuperação no campeonato, no qual chegou a ocupar a lanterna em algumas rodadas, o Flamengo esteve melhor na maior parte do primeiro tempo

iG Minas Gerais | Agência Estado |

O Fluminense queria se aproximar do G4, enquanto o Flamengo tentava se afastar mais um pouco da zona de rebaixamento do Brasileirão. O empate por 1 a 1, no clássico deste domingo no Maracanã, foi bom apenas para os flamenguistas, cujo objetivo atual é o de se consolidar na parte intermediária da tabela para depois buscar novo salto.

Já o Fluminense, com os resultados desta 23ª rodada, acabou mais distante dos quatro melhores da competição. Está agora com 36 pontos, quatro atrás do quarto colocado Corinthians. O Flamengo, por sua vez, chegou aos 30 pontos.

Em franca recuperação no campeonato, no qual chegou a ocupar a lanterna em algumas rodadas, o Flamengo esteve melhor na maior parte do primeiro tempo. Logo de saída, Everton recebeu a bola no ataque, foi rápido e chutou forte. O goleiro Diego Cavalieri evitou o gol com grande defesa.

O Flamengo continuava mais perigoso, embora o jogo ficasse em alguns momentos muito restrito à disputa no meio do campo. Num lance em que a defesa do Fluminense falhou duas vezes, com Valencia e Elivélton, o brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva se esticou e tocou rasteiro para abrir o placar, no 102º Fla-Flu da história.

O domínio do Flamengo era nítido. O adversário, que passa por uma fase de instabilidade na competição, não esboçava reação. Conca, nervoso, recebeu um cartão amarelo numa falta desnecessária. Depois, Valencia também foi punido com a mesma moeda. Os dois vão desfalcar o Fluminense no próximo jogo, contra o Grêmio.

Mas coube a Conca parte do mérito do gol de empate. Numa cobrança de falta, ele pôs a bola na cabeça de Fred. O atacante, que havia empurrado o zagueiro Chicão na jogada, completou com estilo, sem defesa para Paulo Victor.

Embora sem nenhum gol, a etapa final reservou mais emoção ao clássico. Os dois goleiros se destacaram, com mais visibilidade para Paulo Victor. Ele impediu a virada, numa outra finalização de Fred, com uma defesa em que demonstrou reflexo apurado. O jogo passou a ficar mais corrido e os dois times buscavam os contra-ataques.

Fred ainda teve outra oportunidade, também de cabeça e livre de marcação, mas concluiu para fora. Já nos acréscimos, Everton ficou diante de Diego Cavalieri e tentou encobri-lo. O goleiro do Fluminense também mostrou todo seu talento e frustrou os flamenguistas.

Pelo esforço da equipe, a torcida do Flamengo aplaudiu os jogadores ao fim da partida. Já a do Fluminense saiu decepcionada, principalmente por causa da vitória de seus rivais na luta por uma posição no G4 do Brasileirão.

Leia tudo sobre: flamengofluminensefutebolbrasileirão