Atleticanos reclamam e falta de informação deixa clima tenso

Clima só ficou mais tranquilo quando a maior parte dos torcedores alvinegros entraram no Mineirão

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

A rivalidade e a falta de informação de onde os atleticanos ficariam deixaram o clima tenso ao redor do Mineirão, na tarde deste domingo, antes do início do clássico entre Cruzeiro e Atlético.

Um atleticano que subia de moto pela Abrahão Caram foi linchado. O pior foi evitado porque o torcedor conseguiu entrar em um bar e foi ajudado por outros cruzeirenses.

O ambiente também ficou tumultuado quando alguns torcedores celestes, que passavam no estacionamento do Mineirinho, jogaram uma bomba na direção dos alvinegros, concentrados em uma rua ao lado.

Os atleticanos revidaram arremessando latas de cerveja e logo foram contidos pela cavalaria da Polícia Militar. Um dos motivos para as causas das confusões, conforme os aficionados do Galo, foi a falta de informações.

O professor Gustavo Brum, 48, disse que ficou 'perdido' e teve que tomar cuidado para não ter problema com a torcida rival. "Está completamente confuso para a torcida do Atlético chegar ao Mineirão. Tive que passar de carro no meio de um corredor de cruzeirenses. Meu filho estava com a camisa do Galo e tive que pedi-lo pra tirar para evitar confusão. Fiquei uma hora rodando e não tinha ninguém para passar informação. Você sai de casa para ver o jogo e corre o risco de ser apedrejado", lamentou.

A estudante Bárbara Santos, 22, classificou como perigosa a chegada dos alvinegros ao estádio. "Está muito perigoso e não tem muita segurança para os atleticanos. Tivemos que parar o carro e vir andando no meio da torcida do Cruzeiro", questionou.

Para que a torcida do Atlético pudesse entrar no Gigante da Pampulha sem maiores problemas, o Caveirão, a cavalaria e a tropa de choque da Polícia Militar montaram um isolamento de cerca de 100 metros em um trecho da avenida Abrahão Caram por onde os alvinegros passaram. Um helicóptero da PM também auxiliou na operação.

O clima só ficou mais tranquilo quando a maior parte dos torcedores alvinegros entraram no Mineirão.

Leia tudo sobre: atleticogalocruzeiroraposaabrahao caramfalta de informacao